Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Arquidiocese na Mídia

clipping de notícias

Notícias da Igreja no Brasil

Notícias Vaticano

PARÓQUIAS E ÁREAS MISSIONÁRIAS

Pesquise as paróquias e áreas missionárias de Manaus

Pesquisar
  • Todos
  • Dom Sergio
  • Dom José
  • Dom Tadeu

Santo do Dia


São José Cafasso 23/06

José Cafasso nasceu em Asti, na Itália, em 1811. Foi contemporâneo de João Bosco. Ambos trabalharam, na mesma época, em favor do povo e dos menos favorecidos, material e espiritualmente. Era uma figura magra e encurvada devido a uma lesão na coluna.

Cafasso dedicava-se à contemplação e a ouvir seus fiéis em confissão, o que acabou levando-o aos cárceres e prisões. Estava determinado a ouvir os criminosos que queriam se confessar e depois consolá-los mesmo fora da confissão.

Padre Cafasso frequentou o curso de teologia de Turim e ordenou-se aos vinte e dois anos. Com sua voz mansa e suave era muito requisitado pelos companheiros de sacerdócio que procuravam os seus conselhos.

Padre Cafasso, de fato, dedicava grande parte do seu ministério sacerdotal escutando confissões e confidências de todos os que frequentavam a sua igreja, atraídos pelas grandes qualidades humanas de inteligência e de bondade daquele pequeno padre que compreendia os problemas de todos e sabia falar tanto aos doutos como aos simples, às almas devotas como às dissipadas.

Antes de morrer, João Cafasso doou tudo o que possuía a João Bosco, para que ele continuasse sua obra no ensino e orientação dos jovens.

Morreu jovem, com apenas quarenta e nove anos, no dia 23 de junho de 1860. Declarado santo em 1947, foi declarado o patrono dos encarcerados e dos condenados à pena capital.

Liturgia Diária


23/06/2017 Solenidade do Sagrado Coração de Jesus do Tempo Comum
Cor: Branco

Moisés falou ao povo, dizendo:
6 'Tu és um povo consagrado ao Senhor teu Deus.
O Senhor teu Deus te escolheu
dentre todos os povos da terra,
para seres o seu povo preferido.
7 O Senhor se afeiçoou a vós e vos escolheu,
não por serdes mais numerosos que os outros povos
- na verdade sois o menor de todos -
8 mas, sim, porque o Senhor vos amou
e quis cumprir o juramento que fez a vossos pais.
Foi por isso que o Senhor vos fez sair com mão
poderosa, e vos resgatou da casa da escravidão,
das mãos do Faraó, rei do Egito.
9 Saberás, pois, que o Senhor teu Deus é o único Deus,
um Deus fiel, que guarda a aliança e
a misericórdia até mil gerações,
para aqueles que o amam e observam seus mandamentos;
10 mas castiga diretamente aquele que o odeia,
fazendo-o perecer; e não o deixa esperar:
mas dá-lhe imediatamente o castigo merecido.
11 Guarda, pois, os mandamentos,
as leis e os decretos que hoje te prescrevo,
pondo-os em prática.

Palavra do Senhor.
R. O amor do Senhor Deus por quem o teme,
é de sempre e perdura para sempre.

1 Bendize, ó minha alma, ao Senhor,*
e todo o meu ser, seu santo nome!
2 Bendize, ó minha alma, ao Senhor,*
não te esqueças de nenhum de seus favores! R.


3 Pois ele te perdoa toda culpa,*
e cura toda a tua enfermidade;
4 da sepultura ele salva a tua vida*
e te cerca de carinho e compaixão. R.


6 O Senhor realiza obras de justiça*
e garante o direito aos oprimidos;
7 revelou os seus caminhos a Moisés,*
e aos filhos de Israel, seus grandes feitos. R.


8 O Senhor é indulgente, é favorável,*
é paciente, é bondoso e compassivo.
10 Não nos trata como exigem nossas faltas,*
nem nos pune em proporção às nossas culpas. R.
Caríssimos, amemo-nos uns aos outros,
porque o amor vem de Deus
e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece Deus.
8 Quem não ama, não chegou a conhecer Deus,
pois Deus é amor.
9 Foi assim que o amor de Deus se manifestou entre nós:
Deus enviou o seu Filho único ao mundo,
para que tenhamos vida por meio dele.
10 Nisto consiste o amor:
não fomos nós que amamos a Deus,
mas foi ele que nos amou e enviou o seu Filho
como vítima de reparação pelos nossos pecados.
11 Caríssimos, se Deus nos amou assim,
nós também devemos amar-nos uns aos outros.
12 Ninguém jamais viu a Deus.
Se nos amamos uns aos outros,
Deus permanece conosco
e seu amor é plenamente realizado entre nós.
13 A prova de que permanecemos com ele,
e ele conosco,
é que ele nos deu o seu Espírito.
14 E nós vimos, e damos testemunho,
que o Pai enviou o seu Filho
como Salvador do mundo.
15 Todo aquele que proclama
que Jesus é o Filho de Deus,
Deus permanece com ele,
e ele com Deus.
16 E nós conhecemos o amor que Deus tem para conosco,
e acreditamos nele.
Deus é amor: quem permanece no amor,
permanece com Deus, e Deus permanece com ele.

Palavra do Senhor.
Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer:
25 'Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra,
porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos
e as revelaste aos pequeninos.
26 Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
27 Tudo me foi entregue por meu Pai,
e ninguém conhece o Filho, senão o Pai,
e ninguém conhece o Pai, senão o Filho
e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
28 Vinde a mim todos vós que estais cansados
e fatigados sob o peso dos vossos fardos,
e eu vos darei descanso.
29 Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim,
porque sou manso e humilde de coração,
e vós encontrareis descanso.
30 Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

Palavra da Salvação.