Festa de Pentecostes: Vinda do Espírito Santo é celebrada por milhares de fieis em Manaus

Com o tema ‘Todos irmãos e irmãs no espírito’, cerca de 80 mil pessoas da capital e do interior do estado estiveram presentes nesse domingo (19/5), no sambódromo de Manaus para a Festa de Pentecostes, a maior cerimônia religiosa da igreja católica. O evento contou com a colaboração de cerca de 2 mil voluntários que atenderam nas áreas de: Liturgia, animação, ornamentação, acolhida, logística, arrecadação de alimentos, coleta, divulgação e comunicação.

Logo cedo, na abertura dos portões, centenas de agentes que fazem parte do setor Alvorada, recepcionaram, com muita alegria, todos os que chegaram para   celebração. Simone Santos que faz parte da Capelania Militar Nossa Senhora do Sameiro, bairro Ponta Negra, foi uma das voluntárias que ficou na acolhida no portão de acesso pela rua Lóris Cordovil, parte detrás do sambódromo. Para ela, servir na Festa de Pentecostes é a renovação da fé no Espírito Santo: “Nós viemos com força na voz, com fé, com muita vontade, com Deus no coração, e com Nossa Senhora para nos guiar. Preparamos os nossos pompons e estamos aqui participando dessa festa muito linda”, explicou Simone Santos, agente da Capelania militar Nossa Senhora do Sameiro.

E os grupos de comunitários não paravam de chegar. A maioria, veio de ônibus fretado que saiu direto das paróquias e áreas missionárias. Traziam faixas e cartazes e rapidamente se direcionaram para as arquibancadas que, aos poucos, ficaram lotadas. Padre Rodrigo Alana, pároco da paróquia de Santa Isabel, Terra Santa, que pertence a diocese de Óbidos no Pará, veio pela primeira vez acompanhando sua comunidade para no Pentecostes. De acordo com ele, a grandiosidade da festa encantou: “Nós viemos trazer a imagem de Santa Isabel porque estamos em preparação para as nossas festividades. Nós temos muitos terrassantenses que moram aqui em Manaus. Viemos trazer a imagem para eles e também aproveitamos para participar dessa celebração tão bonita de Pentecostes. É a minha primeira vez, estou encantado e muito feliz por partilhar esse momento tão importante da arquidiocese de Manaus”, concluiu Padre Rodrigo Alana, pároco da paróquia de Santa Isabel em Óbidos no Pará.

Padre Rodrigo Alana, pároco da paróquia de Santa Isabel em Óbidos no Pará

Esse ano, a imagem de Nossa Senhora da Imaculada Conceição foi trazida por homens da Guarda de Nossa Senhora de Nazaré e jovens que representam o setor da Juventude da capital e do interior. Como tradição do início da cerimônia, todos os padres que pertencem a arquidiocese de Manaus entraram em procissão que deu início a santa missa. Padre Martin Jesus Laumann, pároco da Paróquia Santíssima Trindade do Japiim, explicou que a Festa da Vinda do Espírito Santo não deve terminar na cerimônia do sambódromo: “A nossa expectativa é a conversão do povo, não pode acabar aqui. Na sua casa converta sua família, seus amigos e seus irmãos e sua comunidade. A segunda leitura de hoje trabalha bem o tema, somos todos irmãos e irmãs no espírito’, explicou padre Martin James Laumann pároco da Paróquia Santíssima Trindade.

Padre Martin James Laumann, pároco da paróquia Santíssima Trindade

O Setor da Juventude Arquidiocesana, participou da cerimônia como a entrada dos estandartes dos ‘Dons do Espírito Santo’ e todas as expressões que fazem parte do setor da Juventude também foram representadas em bandeiras. De acordo com Mário Borges Viana, representante da Comissão do Sínodo da Juventude explica que a partir do Pentencostes inicia a segunda fase da caminhada do Sínodo para a juventude cristã: “A comissão está montando toda a parte dos subsídios de vários pontos que estamos preparando, tanto na parte de igreja, quanto das escolas, dos ‘desigrejados’ a gente quer atender a todos os jovens, independentes de serem da igreja católica ou não”, explicou Mário Borges Viana, representante da Comissão do Sínodo da Juventude.

Mário Borges Viana, representante da Comissão do Sínodo da Juventude

No início da homilia, Dom Leonardo Steiner, arcebispo Metropolitano de Manaus agradeceu a todos os organizadores e voluntários que realizaram a toda a festa no sambódromo: “Queridos irmãos e queridas irmãs. Primeiro uma palavra de agradecimento aqueles e aquelas que prepararam essa nossa celebração. Mais de 2 mil irmãos e irmãs estiveram na preparação para que estivéssemos nessa tarde celebrando Pentecostes. Agradecimento especial ao padre Geraldo e irmã Rosanna que coordenaram toda essa preparação, que Deus lhe pague. Muito obrigada”. Em seguida, Dom Leonardo agradeceu a todos os voluntários que participaram do recebimento dos alimentos não perecíveis e das forças de apoio do governo e prefeitura: “Um agradecimento a todos aqueles irmãos e irmãs que nesse momento estão nos ajudando nos cuidados, no recolhimentos de todos os mantimentos que estão sendo entregues para que tudo esteja calmo e tranquilo e também as forças da sociedade que aqui estão do estado e da saúde para que possamos assim ter a tranquilidade no momento da nossa celebração”, agradeceu Dom Leonardo Steiner, Arcebispo Metropolitano de Manaus.

Dom Leonardo Steiner, Arcebispo Metropolitano de Manaus

As doações de alimentos não perecíveis, esse ano, chegaram a quantidade de 9.230 ítens arrecadados. Como gesto concreto, a Cáritas arquidiocesana será responsável por destinar as doações aos mais necessitados. Esse ano, a quantidade de descarte, segundo os organizadores será menor que a de 2023, pois chegaram aos postos de coleta 100kg de alimentos que estavam com a data de validade vencida.

Posto de coleta de alimentos

Estiveram presentes no apoio do evento: Secretarias de Cultura (SEC) de Saúde da capital, (SEMSA), de saúde do estado (SES) de segurança (SEMSEG) Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada de Segurança (SEAGI), Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (SEJUSC), Secretaria de Vigilância Sanitária Municipal (VISA), Secretaria de Estado de Assistência Socia (SEAS), Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (SEMASC), Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (SEMACC), Juizado da Infância e Juventude Infracional (JIJI), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Corregedoria, Conselho Tutelar, Corpo de Bombeiros Militar e Civis, Polícia Militar (PMAM) e Polícia Civil (PCAM). Durante todo o evento, os órgãos de saúde registraram apenas 10 atendimentos e 5 remoções.

Após a comunhão, os 13 Setores da Juventude receberam um ícone que representa ‘Jesus escutando os jovens’. A partir de hoje se inicia a Segunda Etapa do Sínodo da Juventude onde os representantes levaram o ícone por todas as comunidades de Manaus e do interior do estado. Na cerimônia de entrega, Dom Leonardo Steiner rezou a Oração do Sínodo da Juventude: “Amigo Jesus, A Igreja de Manaus quer conversar com os jovens e, por meio dela, nós queremos conversar contigo. Assim como você se aproximou dos discípulos de Emaús, aproxima-te de nós. Nosso caminho está aberto, te espera. Escuta as coisas que conversamos, as nossas duvidas, medos e frustrações. Caminha  conosco. Explica-nos as Escrituras para descobrirmos o amor de teu Pai e nosso Pai. Faz arder o nosso coração! No nosso caminhar tem marcas de dor, de exclusão, de lutas, mas também tem muita beleza neste solo sagrado de rios, igarapés e cidades da Querida Amazônia. Somos jovens caboclos, ribeirinhos, indígenas, da cidade e das quebradas. Nossos corpos tem marcas de cruz, tem marcas que nós mesmos fazemos, mas tem marcas de ressurreição e de esperança. Fica conosco Jesus e sonharemos com a civilização do amor. Fica conosco Jesus e faremos a diferença. Fica conosco e nos dá a força do teu Espírito para renovar em nós a ousadia dos profetas, para comunicar aos outros a alegria de te encontrar, para estar disponíveis como fez tua Mãe: eis-nos aqui! Fica conosco, Senhor! AMÉM!”, rezou, Dom Leonardo Steiner, Arcebispo Metropolitano de Manaus.

Representantes do Setor da Juventude Arquidiocesana

Ao final da celebração, o Dom Leonardo realizou o Rito do Círio que foi aceso na Vigília Pascal para ser apagado em Pentecostes após se cumprir os 50 dias: “Irmãos e irmãs, na noite da Vigília Pascal, aclamamos Cristo nossa Luz e acendemos o círio pascal. A luz do círio nos acompanhou nestes cinquenta dias. Hoje, dia de Pentecostes, ao concluir o tempo da Páscoa, o círio é apagado. Este sinal nos é tirado para que, educados na escola pascal do mestre ressuscitado, nos tornemos a “luz de Cristo” que se irradia, como uma coluna luminosa que passa no mundo, para iluminar os irmãos e irmãs e guiá-los no êxodo definitivo rumo ao céu”. Dignai-vos, ó Cristo, acender nossas lâmpadas da fé; que em vosso templo elas refuljam constantemente, alimentadas por vós, que sois a luz eterna. Sejam iluminados os recantos escuros do nosso espírito e sejam expulsas para longe de nós as trevas do mundo. Vós, que viveis e reinais para sempre. Amém!

Fotos: Ana Paula G. Lourenço – Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus

Marcelo Rock -Fotógrafo voluntário

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram

Comentários