Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Pe. Agildo toma posse como novo pároco e reitor do Santuário Nossa Senhora Aparecida

Na manhã deste domingo (6/1), o padre Agildo Alves de Souza (CSsR), tomou posse como novo pároco e reitor do Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora Aparecida, situado à Rua Alexandre Amorim, n° 341, bairro de Aparecida – Setor Centro Histórico. A celebração teve início às 9h e foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sergio Castriani, concelebrada pelo Vice-Provincial dos Redentoristas, Pe. Amarildo Luciano, juntamente com os padres Miguel McIntosh, vigário paroquial; Manoel Soares, José Moura e Aereomar da Silva, auxiliados pelo diácono Paulo Sérgio.

Em Manaus, desde 12 de outubro de 2007 a paróquia de Nossa Senhora Aparecida, foi elevada à condição de Santuário por determinação do Arcebispo Emérito da capital, Dom Luiz Soares Vieira, devido à representatividade do local e das graças alcançadas pelos devotos da padroeira. Daí a importância desse momento tão marcante como a posse de um novo pároco/reitor, conforme explica Pe. Amarildo, que recentemente também foi empossado como novo vice-provincial da congregação e também faz parte da nova equipe de coordenação dos Redentoristas.

“Para nós o Santuário é um lugar de acolhida, onde os peregrinos, romeiros e devotos vêm de toda Manaus e queremos cada vez mais que este seja um espaço de irmãos que se encontram para celebrar, para confessar, para adorar ao Santíssimo, enfim, um lugar para encontrar o consolo nas horas mais difíceis e que vai passar a maior parte do seu tempo com as portas abertas. Por isso confiamos ao Pe. Agildo esse cuidado, esse zelo na comunhão, sempre com os leigos, com os religiosos e com os nossos bispos”, comentou Pe. Amarildo.

Depois da homília de Dom Sergio, onde o arcebispo salientou a importância da Epifania do Senhor com base nas leituras do dia e também deu ênfase na posse do novo pároco, que apesar de jovem, já assume uma grande responsabilidade, o rito seguiu normalmente com a renovação das promessas sacerdotais, com Pe. Agildo sendo interrogado pelo arcebispo diante do público, após esse momento, foi realizada a leitura da Ata de Posse e, em seguida, Dom Sergio realizou a entrega dos três instrumentos que o pároco recebe para desempenhar bem a sua missão.

“A estola é o símbolo do poder sacerdotal, que ele usa para ministrar os sacramentos da eucaristia, confissão e unção dos enfermos que ele é o responsável. A maior riqueza da igreja é a eucaristia que nós guardamos no sacrário para levarmos aos doentes e enfermos, e a qual o padre é o responsável pela chave do sacrário, para que não falte nunca o pão consagrado na celebração eucarística. O padre é o homem de palavra e da Palavra, que vive e anuncia a Palavra de Deus, um instrumento que ele já recebeu pelo menos duas vezes antes, e hoje recebe novamente ao assumir como pároco”, explicou Dom Sergio.

Antes da benção final, Pe. Agildo fez um agradecimento especial a todos os presentes, sobretudo aos comunitários de São Lázaro, onde atuava como pároco. “Agradeço de coração à paróquia São Lázaro, onde passei quatro anos da minha caminhada ministerial e aprendi muito, podem ter certeza que carrego todos no coração, hoje tomo posse após a indicação do nosso vice-provincial, Pe. Amarildo, sei que não será fácil assumir esse novo desafio, mas a medida que a gente se doa como missionário, religioso e servo da igreja, conseguimos vencer as limitações e vamos fazer o máximo para que tudo corra bem ao longo deste tempo que estarei a frente desta missão aqui no Santuário”, comentou Pe. Agildo.

Breve histórico

Nasceu na cidade de Guajará (AM) em 1985, filho de Francisco Enês de Souza e Maria Socorro Alves de Souza, padre Agildo entrou para o Seminário Redentorista no ano de 2005, onde recebeu formação em Filosofia e Teologia. Posteriormente graduou-se em Gestão de Pessoas.

Os primeiros votos na Congregação Redentorista ocorreram no dia 17 de fevereiro de 2009. No ano de 2013, assumiu a condição de diácono do Santuário Nossa Senhora Aparecida.

Foi ordenado no dia 22 de dezembro de 2013 e a sua primeira missão como padre ocorreu na Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, em Manacupuru (AM), onde atuou como vigário até o ano de 2014. Em 2015 foi transferido para a Paróquia de São Lázaro em Manaus, onde atuou até o presente momento.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *