S. Eduardo Poppe – 10 de junho

Eduardo João Maria Poppe nasceu na cidade de Moerzeke, na Bélgica no dia 18 de dezembro de 1890.

Filho de Dèsirè, padeiro, e Josefa, ele era um dos onze filhos. Criado em uma família piedosa e trabalhadora, um irmão tornou-se padre e cinco irmãs eram freiras. Eduardo desde cedo sentiu um chamado para o sacerdócio. Seu pai morreu em janeiro de 1907 e ele queria assumir os negócios da família, mas sua mãe insistiu que ele continuasse seus estudos.

Ele ingressou no seminário em Leuven na Bélgica, em 13 de março de 1912. Serviu como enfermeiro no campo de batalha durante a Primeira Guerra Mundial, durante a qual a sua saúde se debilitou.

Foi ordenado em 1º de maio de 1916, teve seu ministério voltado para os pobres, crianças e moribundos; ensinou catecismo, fundou associações eucarísticas e lutou contra a secularização da vida em sua cidade. Com a saúde ainda prejudicada, ele foi transferido para a zona rural de Moerzeke, na Bélgica, onde atuou de 1918 a 1922 como reitor de uma comunidade religiosa.

Ele sofreu um ataque cardíaco em 11 de maio de 1919 e passou sua recuperação estudando, orando e escrevendo centenas de artigos e milhares de cartas contra o marxismo, o secularismo e o materialismo. Eduardo desenvolveu uma devoção a Santa Teresinha do Menino Jesus, visitando seu túmulo em 1920 e adotando seu “pequeno caminho”.

Ele organizou professores em uma campanha de evangelização, e sua casa se tornou um centro de organização, oração e renascimento espiritual. Começou a servir como diretor espiritual dos seminaristas que prestavam serviço militar em outubro de 1922.

Sofreu outro ataque cardíaco em 1º de janeiro de 1924, e sua saúde piorou rapidamente, mas trabalhou incansavelmente nos meses restantes, encorajando os leigos e seminaristas.

Eduardo morreu de um derrame na manhã de 10 de junho de 1924 enquanto se preparava para se vestir e cuidar dos negócios. Recebeu a Unção dos Enfermos e contemplou uma imagem do Sagrado Coração de Jesus enquanto morria.

O Papa João Paulo II o beatificou em 1999 e o nomeou “Pedagogo da Eucaristia”.

Por Padre Evaldo César de Souza, CSsR

Site: A12 (https://www.a12.com)