29ª Semana do Tempo Comum – Ano C – 17 de Outubro

1. Leitura - Ef 2,1-10

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios

Irmãos,  vós estáveis mortos
por causa de vossas faltas e pecados,
nos quais vivíeis outrora,
quando seguíeis o deus deste mundo,
o príncipe que reina entre o céu e a terra,
o espírito que age agora entre os rebeldes.
Nós éramos deste número, todos nós.
Outrora nos abandonávamos às paixões da carne;
satisfazíamos os seus desejos,
seguíamos os seus caprichos
e éramos por natureza,
como os demais, filhos da ira.
Mas Deus é rico em misericórdia.
Por causa do grande amor com que nos amou,
quando estávamos mortos
por causa das nossas faltas,
ele nos deu a vida com Cristo.
É por graça que vós sois salvos!
Deus nos ressuscitou com Cristo
e nos fez sentar nos céus
em virtude de nossa união com Jesus Cristo.
Assim, pela bondade,
que nos demonstrou em Jesus Cristo,
Deus quis mostrar, através dos séculos futuros,
a incomparável riqueza da sua graça.
Com efeito, é pela graça que sois salvos,
mediante a fé.
E isso não vem de vós; é dom de Deus!
Não vem das obras, para que ninguém se orgulhe.
Pois é ele quem nos fez;
nós fomos criados em Jesus Cristo para as obras boas,
que Deus preparou de antemão
para que nós as praticássemos.

Palavra do Senhor.

Salmo responsorial - Sl 99(100),2-5 (R. 3b)

R. O Senhor mesmo nos fez, e somos seus.

Aclamai o Senhor, ó terra inteira, †
servi ao Senhor com alegria, *
ide a ele cantando jubilosos! R.

Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, †
Ele mesmo nos fez, e somos seus, *
nós somos seu povo e seu rebanho. R.

Entrai por suas portas dando graças, †
e em seus átrios com hinos de louvor; *
dai-lhe graças, seu nome bendizei! R.

Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, †
sua bondade perdura para sempre, *
seu amor é fiel eternamente! R.

Evangelho - Lc 12,13-21

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas

Naquele tempo, alguém, do meio da multidão, disse a Jesus: "Mestre, dize ao meu irmão que reparta a herança comigo".
Jesus respondeu: "Homem, quem me encarregou de julgar ou de dividir vossos bens?"
E disse-lhes: "Atenção! Tomai cuidado contra todo tipo de ganância, porque, mesmo que alguém tenha muitas coisas, a vida de um homem não consiste na abundância de bens".
E contou-lhes uma parábola: "A terra de um homem rico deu uma grande colheita.
Ele pensava consigo mesmo: 'O que vou fazer?
Não tenho onde guardar minha colheita'.
Então resolveu: 'Já sei o que fazer!
Vou derrubar meus celeiros e construir maiores;
neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens.
Então poderei dizer a mim mesmo:  Meu caro, tu tens uma boa reserva para muitos anos.
Descansa, come, bebe, aproveita!'
Mas Deus lhe disse: 'Louco!
Ainda nesta noite, pedirão de volta a tua vida.
E para quem ficará o que tu acumulaste?'
Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não é rico diante de Deus".

Palavra da Salvação.

 

*Conferência Nacional dos Bispos do Brasil
© Todos os direitos reservados.