Dom Zenildo, dom Hudson e dom Vanthuy participam de encontro formativo na CNBB: “Uma experiência de muito ganho”

Os bispos ordenados no último ano no Regional Norte1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB Norte1), os auxiliares de Manaus, dom Zenildo Lima e dom Hudson Ribeiro, e o bispo de São Gabriel da Cachoeira, dom Vanthuy Neto, junto com mais 19 bispos, participam de 1º a 05 de julho, em Brasília, no Encontro dos Bispos de Recente Nomeação, organizado pela Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

Conhecer a CNBB e sua dinâmica de trabalho

No início do encontro, os novos bispos conheceram a organização da CNBB, com apresentação do bispo auxiliar de Brasília e secretário geral, dom Ricardo Hoeppers, e refletiram sobre “o bispo e sua missão”, com a assessoria do arcebispo de Porto Alegre e presidente da CNBB, dom Jaime Spengler. Igualmente tem sido apresentado para eles as Campanhas, o papel do bispo no Código de Direito Canônico, o Regimento e Estatuto da CNBB, a proteção de Menores, a teologia da Conferência Episcopal, e conheceram o funcionamento das Comissões Episcopais.

No programa também aparece uma reflexão sobre o bispo e a liturgia, visita à Nunciatura Apostólica, a Lei geral de proteção de dados, a Gestão Eclesial, uma apresentação do Centro Cultural Missionário (CCM), da Rede Eclesial Pan-Amazônia (REPAM), do Centro Nacional de Fé e Política (CEFEP), das Pontifícias Obras Missionárias (POM), visita à Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), às Edições CNBB. Finalmente, uma reflexão sobre Saúde Integral e o encerramento.

O bispo auxiliar de São Paulo e presidente da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, dom Ângelo Mezzari, segundo informa a CNBB, destaca que o objetivo é oferecer a oportunidade para que os novos bispos conheçam a Conferência, reflitam sobre a missão própria do bispo e também o que significa a colegialidade episcopal e a pertença à uma Conferência. Dom Mezzari ressaltou que “o encontro também favorece, de modo muito particular, a partilha, a oração, a convivência e a reflexão de modo que os bispos possam se sentir verdadeiramente animados para a sua missão”.

Foto: Pe. Guilherme Junior (CNBB) 

Uma experiência muito enriquecedora

O encontro é visto por dom Zenildo Lima como “uma experiência muito enriquecedora”. Segundo o bispo auxiliar de Manaus, “além do encontro e convívio com os irmãos, também a possibilidade de estar nos espaços para conhecer a dinâmica da nossa conferência episcopal”. Ele reconhece que “mesmo que já tenha sido secretário do Regional, participado de diversas assembleias gerais da Conferência, ter visitado não poucas vezes a sede aqui em Brasília, é sempre um dado novo a gente perceber como a nossa CNBB, como a nossa Conferência, vai se articulando e vai apresentando um novo modo de ser resposta diante dos grandes desafios da sociedade brasileira”.

Igualmente, dom Zenildo Lima ressaltou “a possibilidade também de mergulhar nas temáticas que nos são apresentadas a respeito da teologia da Conferência, da teologia do ministério episcopal, da missão e da identidade do bispo no cuidado pastoral, mas também no que diz respeito à vida litúrgica, no que diz respeito também à capacidade de gestão dos bens, abre os nossos horizontes para compreender também a implicação do exercício do ministério na comunhão com toda a Igreja”.

Estabelecer laços entre eles e laços entre suas nossas igrejas

A experiência tem sido realmente de muito ganho”, destaca o bispo. Ele vê “fundamental que um bispo recém nomeado tenha esta possibilidade, nem sempre oferecida”, algo que define como “um dom da nossa CNBB”. Igualmente se referiu ao encontro com o Núncio Apostólico, com um momento de colóquio e um almoço posterior, visto como um momento muito agradável e espontâneo. Ele também se referiu à amizade e colaboração que vai se construindo entre os bispos participantes do encontro, “começamos a estabelecer laços entre nós e laços entre as nossas igrejas, o que ressalta a força, o dinamismo de comunhão de uma experiência como esta”.

Finalmente, dom Zenildo Lima disse que “o fundamental para minha experiencia pessoal, ainda como bispo auxiliar, é justamente me dar conta que fazemos parte de uma comunhão, uma colegialidade pelo ministério episcopal, mas uma comunhão por estarmos vinculados a nossa Conferência”. Igualmente, ele lembrou a experiência do Regional Norte1 da CNBB, “de um grande engajamento nas assembleias regionais, mas as dinâmicas do nosso Regional são muito reforçadas em encontro como este”. Diante do vivenciado ao longo do encontro, o bispo auxiliar de Manaus diz que retornará “com a bagagem enriquecida de comunhão, de amizade, de solidariedade e de comprometimento com as nossas igrejas locais”.

Foto CNBB   

Colaboração: Luis Miguel Modino, assessor de comunicação CNBB Norte1

Fotos:  Pe. Guilherme Junior e (CNBB)  

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram

Comentários