Junho Ecológico: subsídio incentiva cristãos às práticas de cuidado com a Casa Comum

A Comissão de Ecologia Integral da Arquidiocese de Manaus disponibilizou na internet um subsídio para práticas de cuidado com a Casa Comum direcionado à Catequese. O documento apresenta práticas de cuidado com a Casa Comum que podem ser desenvolvidas no “Junho Ecológico”, mês em que renovamos nosso compromisso com o meio ambiente por meio de ações concretas. As propostas são direcionadas a catequese mas podem também ser desenvolvidas em outros espaços de nossas paróquias, áreas missionárias, comunidades, grupos e movimentos.

O mês de junho é marcado por ações de conscientização em favor do cuidado com o meio ambiente desde o ano de 1972, quando o dia 5 de junho foi instituído o Dia Mundial do Meio Ambiente, pela Organizaçao das Nações Unidas durante a realização da Conferência de Estocolmo. Desde então, todos são chamados a realizar ações concretas que promovam a preservação e conservação do ambiente, bem como reflexões em torno das problemáticas socioambientais que impactam o dia a dia de todos.

O subsídio convida todos os cristãos atuantes na catequese das diversas comunidades da Arquidiocese de Manaus ao compromisso de transmitir aos catequizandos a necessidade de cuidar da vida em todas as suas dimensões, especialmente na Amazônia. As sugestões apresentadas nesta publicação podem ser aplicadas pelos catequistas junto aos diferentes públicos e realidades, sendo esta uma semente a ser lançada no solo da igreja de Manaus.

“Estamos no Junho Ecológico, e que alegria a gente poder contemplar esse mês a partir do cuidado com a casa comum, a ecologia integral, o compromisso com tudo aquilo que faz da nossa vida aquele bem querer de Deus. É fruto do coração e das mãos generosas que se abrem de todo esse processo que estamos fazendo para referendar em nossa vida o que o Papa apresenta para nós na Encíclica Laudato Si. Vivemos em situações muito delicadas com relação às nossas práticas, com relação à vivência do cuidado com a casa comum. É necessário, então, que aprendamos a conviver, a cuidar, a zelar e a viver bem neste paraíso que o Senhor colocou em nossas mãos, para o nosso cuidado. Que este subsídio possa ajudar, possa estar presente na comunidade, na paróquia, nos grupos, na área missionária e assim oferecer práticas que vão consolidando a nossa ação de cuidado com a casa comum”, Frei Paulo Xavier, presidente da Comissão de Ecologia Integral da Arquidiocese de Manaus.


Acesse o subisídio pelo link https://online.fliphtml5.com/dyrvr/mynv/#p=1

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram

Comentários