COMISE Labonté do Seminário São José de Manaus escolhe nova coordenação

Formar os futuros presbíteros na dimensão missionária é um dos objetivos do Seminário São José de Manaus, onde se formam os seminaristas das igrejas locais do Regional Norte1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB Norte1). Um instrumento para aprofundar esse caminho formativo missionário é o Conselho Missionário de Seminaristas (COMISE Labonté).

Na manhã desta terça-feira, 20 de fevereiro de 2024, com a presença de Pe. Pedro Cavalcante, reitor do Seminário São José, e do Pe. Matheus Marques, assessor eclesiástico do COMISE Norte1, foi realizada a eleição da nova coordenação do COMISE Labonté. A nova coordenação está formada pelos seminaristas Camilo Jaílton, da diocese do Alto Solimões, que será o coordenador; João Marcelo, da prelazia de Itacoatiara, como vice coordenador; o secretário será Fabrício de Souza, da diocese de Borba; e Idelfonso Barbosa, da diocese de Roraima será o tesoureiro.

O COMISE é o organismo encarregado da animação, formação, articulação e cooperação missionária de seminaristas diocesanos e alunos das casas de formação religiosa, aberto a todos aqueles que estão no tempo de formação, que busca favorecer “uma maior unidade e eficácia operativa na animação e cooperação, e para evitar concorrências e paralelismos”, segundo recolhe o Documento Cooperatio Missionalis, 12.

O objetivo dos conselhos missionários de seminaristas é fomentar nos futuros presbíteros e candidatos à Vida Religiosa Consagrada a consciência da missão como identidade do cristão e favorecer neles uma sólida espiritualidade e formação missionária que os tornem capazes de enfrentar os desafios da ação evangelizadora da Igreja: na pastoral, na nova evangelização e na missão ad gentes (aos povos).

Em nível nacional já foram organizadas diversas experiências missionárias para seminaristas. A última, “Pés a Caminho” aconteceu na arquidiocese de Manaus, diocese de Coari e prelazia de Itacoatiara, em janeiro de 2023, e reuniu quase 300 seminaristas de todos os regionais da CNBB. A CNBB e as Diretrizes para a formação dos Presbíteros da Igreja no Brasil incentivam essas experiências, como parte do processo formativo, sendo consideradas “sumamente importantes para confirmar a autenticidade das motivações no candidato e ajudá-lo a assumir o ministério como verdadeiro e generoso serviço, no qual o ser e o agir, pessoa consagrada e ministério, são realidades inseparáveis”, o que leva a realizar experiências missionárias e estágios pastorais em áreas mais desafiadoras e carentes.

Os seminaristas pedem que, pela intercessão da Virgem Maria, Mãe da Amazônia, a nova coordenação seja conduzida neste serviço de animação missionária dos futuros presbíteros do Regional Norte1, sendo sinal profético de uma Igreja sempre em saída.

Por: Luis Miguel Modino, assessor de comunicação CNBB Norte1

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram

Comentários