Missa da quarta-feira de Cinzas marca início da Quaresma em Manaus

A celebração da quarta-feira de cinzas, presidida por Dom Leonardo Steiner na catedral Metropolitana de Manaus, marcou o início do período quaresmal dos cristãos: Os 40 dias que antecedem a Páscoa, a ressureição de Jesus. A igreja, durante o período, convida os cristãos a reflexão dos valores da vida, ao jejum, a oração e a caridade para com os irmãos.

O caminho quaresmal é um tempo de recolhimento que nos leva ao encontro de Jesus crucificado. Durante a homilia, o cardeal Leonardo Steiner lembrou os fieis que o momento pede intimidade para com Deus: “O exercício da oração acontece no recolhimento, na atenção de uma relação gratuita. No encontro tu a tu, na escuta da Palavra. Tu quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora a teu Pai que está em segredo. E teu pai que viu que está em segredo te retribuirá., explicou o cardeal.

Cardeal Dom Leonardo Steiner

De acordo com Dom Leonardo, o jejum tem importante ação para ao fieis pois trata-se do esvaziamento das ações e vontades que acompanham o dia a dia dos cristãos e prepara para o encontro com Jesus: “Tu quando jejuares, perfuma a cabeça, lava teu rosto, para que os homens não vejam que estas jejuando mas somente teu pai que está em segredo. E teu Pai que viu que está em segredo, te retribuirá”, pontuou Dom Leonardo.

O texto bíblico que apresenta a Campanha da Fraternidade desse ano ‘Vós sois todos irmãos e irmãs (Mt 23,8)’ é um convite para examinar as nossas atitudes para com o próximo e o tema, traz o foco para a beleza de uma boa amizade. Na mensagem enviada para o início da campanha, ao cardeal lembrou das palavras do Papa Francisco: “Como irmãos e irmãs somos convidados a construir uma verdadeira fraternidade universal. Que favoreça nossa vida em sociedade e a nossa sobrevivência sobre a terra, nossa casa comum. Sem jamais perdermos de vista o céu. Onde o Pai nos acolherá a todos os filhos e filhas” concluiu o cardeal.

A missa da quarta-feira de cinzas tem como tradição da igreja a queima das palhas que foram usadas no domingo de ramos do ano anterior. As cinzas, são benzidas pelo sacerdote e os cristãos são marcados com um sinal da cruz na testa como símbolo de reflexão e dever de buscar a conversão.

Benção das cinzas
Recebimento as cinzas

Para a autônoma Maria Deusa Libório de Almeida, o momento pede penitência para os cristãos: “Esse período pra mim é bem rígido. Eu faço todo o acompanhamento, os 40 dias.  Faço o rosário todo dia. E também eu escolhi pra minha penitência tirar a farinha da minha alimentação porque eu não consigo comer nada sem farinha e agora eu vou ter que aprender a dizer não. Esse é o meu propósito pra quaresma” concluiu a autônoma.

Maria Deusa Libório de Almeida – Autônoma

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram

Comentários