PPI celebra 18 anos de implementação com encontrão no Parque do Idoso e missa na Catedral

A Pastoral da Pessoa Idosa (PPI) organizou na tarde deste último sábado (4/11), um encontro com os agentes e líderes da pastoral de diversos setores da Arquidiocese de Manaus e também a coordenação do Regional, que se reuniram no Parque do Idoso para celebrar os 18 anos da PPI no Amazonas. O momento foi regado com muita alegria e descontração, contando com a presença de Monsenhor Zenildo Lima, que abençoou a todos e também com a presença do querido padre José Benedito (Pe. Bené), além da presença também de Fórum Permanente do Idoso, do Conselho Estatual e Municipal do Idoso, da Fundação Aberta da Terceira Idade (Funati).

A confraternização foi em ritmo de festa, com muita música, dança, sorteio de brindes e além de momentos de oração e reconhecimento as pessoas e organismos que contribuíram de forma direta ou indireta com a PPI. “Com muita satisfação e gratidão, estamos juntos para agradecer a Deus neste momento tão importante de confraternização entre nossos agentes e líderes. Nos sentimos muito felizes pois hoje é um dia de festejar a maior idade da PPI e relembrar desta caminhada que fazemos com muita dificuldade, mas com amor a Deus, pois cada idoso que visitamos vemos o rosto de Cristo”, comentou Iara Lanza, coordenadora arquidiocesana.

A PPI é um organismo ligado à CNBB que conhece de perto a realidade dos idosos de Manaus. De acordo com a pastoral, 767 pessoas idosas são acompanhadas mensalmente por meio de visitas domiciliares de maneira sistematizadas, com o apoio de 140 voluntários em mais de 12 paróquias e em cinco áreas missionárias e em mais 30 comunidades. Todo esse reconhecimento aos trabalhos realizado pelos agentes também foi lembrado durante a celebração no dia 5, realizada às 10h na igreja da Matriz que também reuniu coordenadores, líderes, agentes, simpatizantes e representantes das instituições que trabalham com idosos ou que auxiliam nas atividades realizadas pela PPI.

Mais sobre a PPI

A PPI foi fundada em 5 de novembro de 2004. Sua idealizadora foi a Dra. Zilda Arns Neumann, que percebeu que o perfil demográfico estava se modificando, evidenciando a presença cada vez maior de pessoas com idade avançada, decidiu iniciar um Programa de Acompanhamento às pessoas idosas através de visita domiciliar, que teve início em 1994.

O trabalho essencial é a organização da comunidade e a capacitação de líderes comunitários que nele vivem, para que, cada líder capacitado, fortalecido em seu compromisso social, assuma voluntariamente o acompanhamento, por meio de visita domiciliar mensal.

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram

Comentários