Pastoral da Aids retoma campanha “Zero discriminação, zero infecções e zero mortes”

A Pastoral da Aids é um movimento da Igreja Católica no Brasil, criado em 1999 a partir da experiência de cristãos e pessoas vivendo com HIV. Surgiu da necessidade de falar do cuidado com o corpo e os métodos de proteção. Mais uma vez a pastoral retoma a campanha “Zero discriminação, zero infecções e zero mortes”.

A Igreja Católica desenvolve outros meios de prevenção, que não se basta no uso de preservativo, mas, busca incentivar o cuidado com o corpo, com a vida das pessoas e com suas experiências de vida e lugar, ela não se abstém do que a sociedade civil utiliza como forma de prevenção, afinal, existem diversas formas de prevenção que são oferecidas pelos órgãos competentes do governo, destaca o Secretário da Pastoral da Aids no Regional Norte 1, Eduardo Soares.

Ouça a matéria em áudio:

Este ano a pastoral retoma a campanha “Zero discriminação, zero infecções e zero mortes”, em parceria com a estratégia global do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids – UNAIDS, onde propõe ao mundo que 95% da população até 2030 conheçam seu diagnóstico positivo para o HIV, que tenham acesso ao tratamento e a carga viral zerada.

Segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado e Saúde do Amazonas, de 2010 a 2020, o estado registrou 14.248 casos, só em Manaus de janeiro a outubro de 2021, foram 1.631 novos casos de HIV/AIDS em adultos. Um dado alarmante e muito crescente.

Nesta sexta-feira acontece a live de relançamento às 19h30 no facebook da Pastoral da Aids Nacional. O momento antecede a missa em ação de graças pelo Dia Mundial de Luta contra a Aids, dia 1º de dezembro.

Rafaella Moura – Rádio Rio Mar 

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram

Comentários