Pastoral do Dízimo realiza encontrão de agentes na Região Episcopal N. Sra. dos Remédios

Na manhã deste domingo, (28/08), foi realizada no auditório do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, o 2° Encontro da Pastoral do Dízimo Arquidiocesana,  a nível de Região Episcopal.  Esse evento foi realizado na Região Episcopal Nossa Senhora dos Remédios,  que corresponde à Zona Centro Oeste da Capital com os municípios que fazem acesso pela Ponte Rio Negro, tendo como público alvo os agentes da pastoral dos seguintes setores: Centro Histórico, Parque Dez, Avenida Brasil, Alvorada e Rio Negro.

O encontro contou com aproximadamente 300 agentes e foi divido em dois momentos, o primeiro com a formação do Ir. Eder Vasconcelos, membro do Instituto de Vida Consagrada – Pequena Fraternidade Franciscana, que trabalhou o tema: Espiritualidade e Fé. “Foi um momento importante para animar, reanimar e fortalecer os agentes, pois sem a espiritualidade não é possível ser um bom dizimista, porque é a espiritualidade que impulsiona, motiva e gera esse desejo de contribuir com com a comunidade e com a pastoral”, comentou Ir. Éder que já tem 12 livros escritos sobre Espiritualidade Cristã.

Após um breve intervalo, foi a vez do Pe. Amarildo Luciano,   Vice – Provincial dos Redentoristas, subir ao palco para falar sobre O Dízimo na Comunidade de Fé, onde, assim como Ir. Éder, deu uma formação de forma bem descontraída, utilizando como subsídio o Doc -106 da CNBB, um livro que apresente o dízimo na perspectiva da evangelização, como um dos elementos da “conversão pastoral” que foi assumida pela Conferência de Aparecida. “O dízimo não é um pagamento, é um compromisso, uma contribuição dos fiéis feita de forma espontânea e de coração, para ajudar no serviço pastoral da igreja”, explicou Pe. Amarildo.

O evento também contou com o sorteio de brindes entre os participantes e, antes de finalizou contou com a presença de Monsenhor Sabino Andrade, Vigário Episcopal da Região dos N. Sra. dos Navegantes, dizer algumas palavras de gratidão e reconhecimento. “Aproveito esse momento para agradecer de coração o trabalho que vocês procuram fazer com toda responsabilidade e dedicação. O dízimo acima de tudo é pastoral, é evangelização, não é apenas recolher dinheiro, mas também tem uma dimensão evangelizadora de anunciar Jesus cada vez que vc vai à casa da pessoa ou a pessoa vai á igreja, daí a importância de ser um bom agente desta pastoral”, comentou Monsenhor Sabino.

Avaliação e nova missão

De acordo com Socorro Seixas, coordenadora arquidiocesana da pastroal, o encontro por região episcopal tem conseguido alcançar o objetivo proposto pela pastoral. “Fazíamos esse encontro a nível de arquidiocese, mas muitos não participavam porque tinha um numero limitado, dessa forma não, é aberto a todos e percebemos que veio a quantidade esperada por cada região episcopal”, disse.

A coordenadora ainda ressalta a possibilidade de dessas formações também chegarem aos locais mais distantes. “Em setembro finalizamos esse encontro na última Região Episcopal, mas em outubro, mês das missões, tentaremos repetir os mesmos encontros nos setores que abrangem essas Regiões Episcopais que ficam distantes (interior e estrada) para finalizar a nossa  programação de encontros de 2022 da Pastoral do Dízimo.

Fotos colaboração: Arquivo Pessoal da Pastoral

Gostou? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram

Comentários