Arquidiocese de Manaus

Fiéis celebram São Bento com missa e procissão após dois anos

A Paróquia São Bento, situada na rua Prof. Felix Valois – Cidade Nova, pertencente ao Setor Pe. Pedro Vignola, Região Episcopal N. Sra. Aparecida da Arquidiocese de Manaus, realizou neste domingo (10/07), a procissão e missa em homenagem ao padroeiro. A celebração foi presidida pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Manaus, Dom José Albuquerque, concelebrada padre Pe. Ornelo Tonini (PIME), e pelo vigário paroquial, Pe. Antônio Figueiredo sendo auxiliados pelo diácono Amarildo Vieira.

O tema dos festejos desse ano foi “Com São Bento construindo uma comunidade fraterna”. Além da missa solene, que começou por volta das 18h, logo após o término da procissão, a programação dos festejos em honra ao padroeiro também contou com o tríduo realizado de 7 a 9 de julho; Já no dia 11, dia do padroeiro, a igreja ficará aberta das 8h às 20h, para os devotos que quiserem rezar o terço ou participar das celebrações como: Terço Mariano e Novena de São Bento; Exposição do Santíssimo para Adoração; Leitura orante; Terço de São Bento e santa missa.

Em sua homilia, Dom José falou a respeito da importância de São Bento dentro da história da igreja e como devemos tentar ser um exemplo de bom samaritano junto ao próximo, conforme narrou a leitura do evangelho. “Celebrar para nós o padroeiro é para nós sempre tempo de muita alegria e gratidão. Vamos caminhando na história procurando seguir os passos desse grande homem que deixou a sua contribuição, um homem de muita oração e sempre preocupado em ajudar os mais pobres e carentes. Isso nos faz lembrar o evangelho de hoje, que nos apresenta a parábola do bom samaritano, que agiu concretamente ajudando o próximo e fazendo o bem, assim como fez o nosso padroeiro”, disse Dom José.

Retorno da procissão

Após dois anos parada em virtude da pandemia do Covid-19, a tradicional procissão em honra a São Bento voltou acontecer pelas ruas do bairro da Cidade Nova, com os fiéis contando e orando para celebrar o padroeiro com alegria mas mantendo todos os devidos cuidados. “Eu sempre venho nos festejos e acho que já estava na hora de voltarmos com a procissão, isso deixa o povo muito feliz de voltar a caminhar de novo, mesmo que ainda seja com o uso de máscara, mas o importante é isso, se vacinar, se cuidar para todos podermos celebrar e participar das atividades da igreja como era antes”, comentou dona Maria José, devota que é moradora do bairro.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *