Arquidiocese de Manaus

Juventudes e sua presença na igreja, são o caminho para a Civilização do Amor

A frase “Civilização do Amor” muito falada na Pastoral da Juventude – PJ, é uma expressão do Papa Paulo VI 6. A iluminação surge a partir de várias passagens bíblicas, em especial do Evangelho de São João, que dão destaque ao amor de Deus pelo seu povo. A afirmação do Papa, tornou-se o sonho da PJ, que busca constantemente em suas ações, realizar este plano de evangelização.

Em Manaus, a PJ está presente em 7 dos 13 setores pastorais da Arquidiocese e em todas as dioceses e prelazias do Regional Norte 1. Tem como missão fortalecer o protagonismo juvenil, buscando o exercício da cidadania e da esperança.

Quando se ouve falar em JUVENTUDE, geralmente está ligada a parte cronológica, ou seja, uma determinada parte ou fase da vida. Há algum tempo surgiu a palavra JUVENTUDES, no plural. O termo quer dizer que há diversas vivências e tipos de jovens. Afirma o coordenador da Pastoral da Juventude, no setor Centro Histórico, Victor Gama.

Um dos desafios enfrentados pelas juventudes é o desemprego. A Organização Internacional do Trabalho, conhecida como OIT, alertou que mais de 45% de jovens brasileiros, entre 15 e 29 anos, ficaram em ausência escolar ou trabalhista, entre os anos de 2019 e 2021. Nesse mesmo tempo aqui no brasil aprovou-se a Carteira de Trabalho Verde Amarela que sujeitou jovens a trabalhos com menos direitos. Vítor afirma que é um cenário de pouca empregabilidade e com menos direitos, e ficou ainda mais evidente na pandemia.

Nos últimos 10, 15 anos a PJ lançou projetos e campanhas que têm a ver com a vida das juventudes: A Juventude quer viver, Campanha Nacional contra Violência e Extermínio de Jovens e a Campanha contra os ciclos de Violência contra a Mulher. Este ano celebra seu jubileu de Ouro, são 50 anos de missão junto a juventude.

 

Ouça a matéria completa:

 

 

Rafaella Moura – Rádio Rio Mar 



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *