Arquidiocese de Manaus

Fiéis voltam a caminhar pelas ruas do Centro de Manaus refletindo a Via-Sacra de Jesus na Sexta-Feira Santa

Na Sexta-Feira da Paixão deste ano, ocorrido no dia 15 de abril, a Arquidiocese de Manaus voltou a promover a procissão da Via-Sacra de Cristo pelas ruas do Centro Histórico, tendo sido suspensa esta tradicional atividade devido à Pandemia que se instalou no mundo inteiro.  Centenas de pessoas, por cerca de duas horas e meia, acompanharam as 15 paradas para refletir cada estação da via dolorosa de Cristo, iniciando na Catedral Metropolitana, percorrendo as ruas Sete de Setembro, Visconde de Porto Alegre e Tarumã, finalizando no Santuário Nossa Senhora de Fátima.

Toda a reflexão e oração foi guiada pelo livrinho da Via-Sacra preparado pela CNBB, a partir da temática “Fraternidade e Educação” da Campanha da Fraternidade 2022, apresentando realidades difíceis da atualidade e apresentando uma forma de enfrentar a cada um dos desafios a partir do olhar misericordioso de Jesus, que mesmo em meio a todo o sofrimento lançava olhares de amor e misericórdia, ensinando a ter esperança e agir com sabedoria e amor, com o coração solícito pelos que sofrem.

Segundo Dom Leonardo, Jesus nos dá esperança com sua morte que nos deu vida em ambundância e neste ano a Igreja no Brasil quis refletir a esperança na educação. “A morte e a vida, a vida e a morte. É Jesus dando sentido à morte e dizendo da plenituda da vida pela sua ressurreição. Existe uma expressão muito bonita de Papa Francisco que diz: ‘Cristo nos conquistou o direito à esperança’. A esperança que nós temos na educação, pois a  educação é fundamental para a nossa sociedade. Desperta para a verdade, para a justiça, para a fraternidade, para os direitos, para o cuidado do meio ambiente e tanto os elementos que envolvem a educação. A educação é fundamental. A educação é que ajuda a termos a esperança numa transformação das nossas mentes e dos nossos corações”, destaca Dom Leonardo. 

Esta foi a primeira vez que o arcebispo Dom Leonardo Steiner participou da procissão da Via-Sacra, um dos momentos muito expressivos da Semana Santa, que por dois anos (2020 e 2021) foi feita de maneira restrita em virtude da pandemia.

“A celebração de hoje, na Sexta-Feira Santa, nos conduz ao encontro dessa esperança que é Cristo crucificado, Cristo que morre dando a vida por nós é sinal da nossa esperança porque é sinal de amor. Uma entrega transformativa e isso nos dá esperança, nos dá coragem, nos dá ousadia. E graças a Deus podemos ter as manifestações externas que há dois anos não fazíamos, mas com os cuidados necessários: o uso da máscara, o álcool, um certo distanciamento. Queremos tomar todos os cuidados. Mas é muito importante nós podermos de novo expressar a nossa grandeza da fé. Podemos dizer em quem nós cremos, de quem nós vivemos e a quem nós estamos a serviço”, destacou nosso arcebispo.

Confira algumas fotos que registraram este retorno dos fiéis às ruas do centro de Manaus para expressarem sua fé em Cristo.



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *