Arquidiocese de Manaus

Festa de São José marca encerramento do ano dedicado ao Patrono da Igreja Católica

“São José, Fala com sabedoria e ensina com amor” foi o tema da festa de São José, Esposo de Maria, ocorrido no dia 19 de março, no Santuário São José, quando também se encerrou, na Arquidiocese de Manaus, o ano dedicado a São José. O fim dos festejos ocorreu com uma missa solene, no Campo Santo do Santuário São José e foi presidida por Dom Leonardo Steiner, arcebispo de Manaus, e concelebrada por seus auxiliares Dom José Albuquerque e Dom Tadeu Canavarros, e padre Daniel Cunha, reitor do Santuário.

No início da celebração, Dom Leonardo destacou a bonita caminhada de fé que foi experimentada na Arquidiocese de Manaus durante o ano de São José, com uma bonita programação em que houve uma peregrinação da imagem do santo em todas as comunidades, momentos nos quais a devoção ao santo foi incentivada, sua história de fé e amor a Deus conhecida e admirada por muitos. “Ele peregrinou nossas comunidades, visitou nossas casas. Nós admiramos a paternidade de São José, os sonhos de São José, sua presença discreta. São José é o homem do silêncio, do trabalho e da família, aquele que cuidou de Jesus. Quanto temos para agradecer a ele e a Deus por isso?” destacou o arcebispo, que também agradeceu aos vigários episcopais Dom Tadeu, Dom José e o Monsenhor Sabino pela organização da visita da imagem de São José em todas as comunidades, possibilitando a todos a graça de vivenciar a fé e devoção à São José.

Nesta celebração, Dom Leonardo expressou a beleza em ver tantos fiéis reunidos, em público para manifestar a fé. Uma multidão presente no Campo Santo do Santuário e uma multidão bem maior acompanhando pelas rádios Rio Mar FM e Castanho FM, e Rádio e TV Encontro das Águas. “É tão bonito isso, queridos irmãos e queridas irmãs, podermos manifestar a nossa fé, mas manifestarmos em público, juntos”, comentou o arcebispo.

“O nascer de Jesus que é um mistério que se manifesta na nossa realidade, mas que vão se manifestando nos sonhos que são para ser ouvidos, não falados. E porque José ouve, desaparece o drama e a confusão e ele assume Maria e cuida de Maria e do menino que vai nascer, e nascido, cuida até o fim […] Quantos sonhos cada um de nós sonha? E são esses sonhos, quando bem ouvidos, é que nos colocam a caminho. São esses sonhos que nos abrem ao mistério de Deus. Também como José no meio da indecisão, no meio de quase abandono, o sonho coloca de novo no caminho da bondade, do amor, da receptividade, e da justiça”, explicou Dom Leonardo.

“Nós também, nos nossos sonhos de fé, nos nossos sonhos de comunidade, nos nossos sonhos de fraternidade, nos nossos sonhos de paz no momento tão violento que nós vivemos no mundo, mas também na nossa sociedade de Manaus, nós sonhamos com a paz. Sonhar com a paz. É preciso sonhar com a paz assim como fez José”, destacou o arcebispo

Dom Leonardo afirmou que José nos fala com, seu exemplo e fé, sobre a necessidade de acolhermos aqueles que geramos, se um dia pai torna-se pai que possa assumir a sua paternidade e cuidar com amor assim como ele mesmo fez com Jesus. “Nós que acompanhamos São José durante um ano não deveríamos fazer um trabalho de conscientização em nossas famílias, na sociedade, no nosso Amazonas para que as crianças tenham ao menos o sobrenome do pai? E quem me dera ter o amor paterno, como Jesus teve de José […] Quem de nós não sonha com a santidade e não se encanta quando lê a vida dos santos e das santas? Quem de nós não recorda a bondade que sempre recebeu? Sonhar com a santidade. Busquemos a paz e sonhemos com a paz”, destacou Dom Leonardo.

“Sonhemos! Sonhar! Sonha faz bem. Acalenta o coração, alivia a alma, os pés se tornam mais suaves e mais ágeis, os ombros se tornam mais leves quando nós sonhamos. Sonhemos aquele sonho possível, que cotidianamente vamos realizando, assim como fez José, um carpinteiro que sonhou e realizou o sonho de Deus. Esse carpinteiro realizou o sonho de Deus de amar a humanidade e a cada um de nós enviando o seu filho e cuidou do filho Seu. Que nós também possamos realizar o sonho de Deus, o reino de bondade, de fraternidade, um reino de paz. Sonhemos como São José e nos coloquemos a caminho”, pediu Dom Leonardo a todos que acompanharam a celebração.

Ao final da celebração, Pe. Daniel Cunha agradeceu por poder celebrar esta festa de São José e ver tantos devotos presentes. Segundo ele, a festa também marca o encerramento do ano de dedicado à São José na Arquidiocese de Manaus, iniciado em 19 de março de 2021 a portas fechadas pelo contexto da pandemia e também foi momento de recordar os 70 anos da arquidiocese.



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *