Arquidiocese de Manaus

Arquidiocese de Manaus celebra um ano de saudades de Dom Sergio Castriani

Arquidiocese de Manaus celebra um ano de saudades de Dom Sergio Castriani

Há um ano a Arquidiocese de Manaus perdia um grande pastor. O Arcebispo Emérito Dom Sergio Eduardo Catriani fez sua páscoa aos 66 anos no dia 3 de março de 2021. O falecimento se deu por conta de uma forte infecção. Atendendo ao seu pedido, Dom Sergio foi sepultado na Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Conceição.

Dom Sergio nasceu em Regente Feijó, em 31 de maio de 1954. Foi formado na Congregação do Espírito Santo, tendo seus primeiros votos religiosos ocorridos no dia 2 de fevereiro de 1975 e ordenou-se padre em 9 de dezembro de 1978, na cidade de São Paulo.

Para o vice – coordenador da Pastoral da Comunicação, Edney Mendonça, Dom Sergio foi exemplo de doação e dedicou sua vida em favor dos povos da Amazônia. Com humildade esteve sempre presente amando e acolhendo as pessoas.

A diretora da Fundação Rio Mar, Francilma Grana, relembra o apoio que o arcebispo deu ao processo de migração da Rádio Rio Mar da frequência AM de para a frequência FM, e destaca sua proximidade com o povo, um homem que sorria sempre e de missionariedade contagiante.

Um pai para ao sacerdotes. Padre James Batista relembra, que mesmo nos momentos de fragilidade vividos por Dom Sergio, nunca deixou de estar presente nos espaços, a sua voz era emitida pelo olhar, pelo gesto, pelo pastor que cuidava das ovelhas.

No dia 12 de dezembro de 2012 foi nomeado pelo Papa Bento XVI como Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de Manaus e empossado no dia 23 de fevereiro de 2013, em uma missa realizada na Igreja da Matriz – Nossa Senhora da Conceição. Recebeu o pálio, das mãos do Papa Francisco, na Basílica de São Pedro, em 29 de junho de 2013.

 

Ouça a matéria completa:

 

 

Em razão das limitações físicas causadas pelo Mal de Parkinson, teve seu pedido de renúncia aceito no dia 27 de novembro de 2019 e tornou-se arcebispo emérito da Arquidiocese de Manaus.

Missionário de corpo e alma! É dele a afirmação: “Aceito ser transferido para qualquer diocese, desde que seja na Amazônia”. E na Amazônia ele permaneceu.

Hoje às 12h haverá uma missa na Catedral Nossa Senhora da Conceição, você acompanhar pelas redes sociais da catedral.

 

Rafaella Moura – Rádio Rio Mar



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *