Arquidiocese de Manaus

Espiritualidade e psicologia, um caminho para o tratamento da saúde mental

Você já deve ter ouvido falar em Janeiro Branco. Esse mês é dedicado a chamar a atenção da sociedade para a saúde mental. Com a pandemia muitos de nós sofremos impactos emocionais, muitas perdas e adrenalina, enfrentando as filas pelos oxigênios e vagas em hospitais.

Profissionais e estudantes de psicologia criaram grupos de atendimento gratuito para essas pessoas serem acompanhadas. A Arquidiocese de Manaus criou a Rede de Escuta Espiritual para as pessoas atingidas pela Covid-19, uma iniciativa que veio como encontro e consolo por meio virtual. A ideia surgiu a partir do Conselho Presbiteral e tem surtido efeito.

Segundo um estudo realizado na Universidade Thomas Jefferson, na Pensilvânia, nos Estados Unidos, a oração ativa áreas específicas do cérebro e ajuda no processo da cura.

Como podemos unir oração e acompanhamento psicológico? Esses pontos: fé e ciência se unem?

De acordo com o Doutor em Sagradas Escrituras, Pe. Carlos Josué Costa, fé e ciência podem andar juntas.

Aproximar- se de Deus nos permite organizar e entender os nossos problemas, afirma Padre Josué.

A psicóloga Luenda Lira afirma que a espiritualidade auxilia o paciente, mas não substitui o acompanhamento psicológico. Luenda destaca alguns sinais que podem ser identificados quando a pessoa precisa de ajuda psicológica.

Se cuide, procure o Centro de Atenção Psicossocial mais próximo de você. Sua saúde mental é importante.

Ouça a matéria completa:

Rafaella Moura – Rádio Rio Mar 



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *