Arquidiocese de Manaus

Missa Campal no Memorial Amigos do Cruzeiro celebra o dia Mundial da Paz e a Solenidade de Maria Mãe de Deus

Na noite do primeiro dia do ano, foi realizada no Memorial Amigos do Cruzeiro, localizado na Av. Timbiras, Cidade Nova, a tradicional Missa Pela Paz da Arquidiocese de Manaus, presidida pelo Arcebispo Metropolitano concelebrada pelos padres do Setor Padre Pedro Vignola. Durante a celebração também foi realizada a Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus.

De acordo com Dom Leonardo, enquanto andarmos neste mundo nós nunca conseguiremos estar na completa paz, pois a paz definitiva só na eternidade, mesmo assim Jesus nos pediu para sermos anunciadores da Paz, pois no meio da humanidade sempre há a possibilidade de viver na Paz e um dos segredos para isso é o diálogo com todos. 

“Temos que ter a ousadia de dialogar com todos e não ter medo de dialogar para levar a mensagem de Jesus a todos, não importa quem seja, pois o diálogo é necessário com todos não somente para aqueles que acreditam na Paz, mas também com aqueles que só acreditam na violência, mas nós continuaremos a amostrar o caminho da Paz”, afirmou o arcebispo.

Sobre a Paz e a Solenidade da Mãe de Deus, Dom Leonardo comentou: “Ao celebrar a solenidade da Mãe de Deus e nossa, queremos recordar o quanto Deus nos ama. Por isso hoje vamos pedir à Nossa Senhora que nos acompanhe, e que nos aponte sempre o caminho da Paz. Vamos acreditar que é possível vivermos em paz, numa comunhão mais justa e fraterna”, comentou.

Esse ano mais uma vez, em virtude da pandemia, não foi possível ser realizada nem a caminhada da paz e nem a carreata, mas de acordo com a coordenadora Núbia Gonzaga, a celebração aos poucos está voltando ao normal, trazendo mais fieis que a cada mês vem participando mais e mais presentes na missa campal todo primeira segunda de cada mês para participar da celebração presidida pelo padre referencial, Pe. Paulo César.

“Ainda não nos foi possível fazer a tradicional caminhada da paz ou ate mesmo a carreata, por isso é tão importante todas as áreas missionárias e paróquias do setor estarem aqui nesta celebração em união no Cruzeiro, que completou 10 anos de um espaço de caminhada e que aos poucos está trazendo às pessoas de volta, apesar da pandemia e isso nos motiva, nos fortalece porque nos sentimos mais perto dos nossos irmãos”, disse Núbia.

Fotos colaboração: Arquivo do Memorial Amigos do Cruzeiro (Acosmac)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *