Arquidiocese de Manaus

Seminário sobre o Panorama da Educação do Amazonas é realizado pela Arquidiocese de Manaus

“Panorama da Educação no Amazonas: Sucesso ou Fracasso” esse foi o tema do seminário que ocorreu na noite desta sexta-feira no auditório de Centro Arquidiocesano São José promovido pela Arquidiocese de Manaus, com transmissão ao vivo pelas redes sociais e também com a participação presencial limitada de alguns representantes de setor. O seminário teve como objetivo discutir o panorama da educação e da fé com base no tema da Campanha da Fraternidade (CF) 2022 “Fraternidade e Educação” e lema “Fala com sabedoria, ensina com amor”.

De acordo com os articuladores do seminário, esta é a quarta vez que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) coloca em evidência a importância da educação, por esse motivo, para compor a mesa foram escolhidos três professores para discutir o panorama da educação da fé, trazendo a professora Helma Sampaio, falando da luta sindical; o professor Jonas Araújo que explanou sobre as políticas públicas para a educação e o professor Luiz Lemos, dando uma pincelada sobre o panorama da educação propriamente dito, segundo quatro aspectos do lema da CF. Completando a mesa também esteve presente o Pe. Geraldo Bendaham, coordenador arquidiocesano de pastoral, tendo como mediadora do debate, Rosana Barbosa.

Para Patrícia Cabral, Presidente de Leigos e Leigas da Arquidiocese de Manaus, a CF não quer apenas analisar o aspecto da educação pública, mas sim, por meio dos encontros que irão acontecer, proporcionar um diagnóstico dos direitos e deveres que envolve os educadores e alunos, assim como todas as politicas publicas envolvidas e como que nós, enquanto Igreja, estamos nos preparando nessa evangelização. “A ideia é, poder entender como funciona e estar sendo trabalhada no Estado do Amazonas a educação e assim poder trazer os pontos que o texto base da CF também levanta em nível nacional e ver como se aplica aqui no Amazonas”, disse Patrícia.

De acordo com Pe. Geraldo, a sociedade precisa de debate, de discussão, e de exercício democrático e, este seminário é um sinal que precisamos mexer com o Brasil. “Tocar no assunto educação é a oportunidade de aprofundar o assunto e também de valorizar mais as pessoas do que a cultura do ganhar dinheiro, pois precisamos muito valorizar a nossa humanidade que esta sendo esquecida, assim como o Papa Francisco tem salientado no pacto global pela educação, valorizando a pessoa em si e não apenas o lucro. Por isso que hoje nosso encontro teve essa temática abordando a educação e como o descaso com esse assunto causa consequências gravíssimas como a falta de qualificação profissional que gera desemprego”, comentou o padre.

Opinião dos participantes

Para Sheila Marti, catequista e coordenadora da comunidade N. Senhora do P. Socorro, pertencente à paróquia São Jorge, que acompanhou o seminário de forma presencial, o tema e o conteúdo debatido foi muito importante, sobretudo nesta época em que o mundo esta se adaptando ao novo normal.

“A pandemia fez com que a gente refletisse vários aspectos, principalmente referente à educação, por isso que acho que esse tema é muito importante e bem escolhido pela igreja, pois aqui no Amazonas a gente precisa ter um olhar diferenciado e criterioso voltado para a educação que é um assunto que deve ser debatido por toda a sociedade, assim como foi hoje pelos professores”, disse Sheila.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *