Arquidiocese de Manaus

27° edição dos Gritos dos Excluídos reúne lideranças e agentes pastorais no Largo do Mestre Chico

Há 27 anos a igreja católica realiza no dia 7 de setembro, o Grito dos Excluídos e Excluídas com o tema: Vida em primeiro lugar. Neste ano o lema escolhido foi: Na luta por participação popular, saúde, comida, moradia, trabalho e renda já”.

A atividade reuniu lideranças e agentes dos serviços, pastorais e movimentos da Arquidiocese de Manaus, no largo do Mestre Chico no centro da cidade. O lugar foi tomado por cartazes e bandeiras pedindo pelo direito a educação, saúde, moradia, emprego, políticas públicas entre outros pedidos.

Segundo a presidente do Conselho de Leigos e Leigas da Arquidiocese de Manaus, Patrícia Cabral, entender o processo que estamos vivendo no país e unir forças é a melhor maneira de conquistar direitos. Patrícia destaca que a escolha do lema veio a partir das problemas enfrentadas com a chegada da Pandemia da Covid-19.

O Arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Steiner salientou o momento de dificuldades e violências enfrentadas no Brasil. “Nós vivemos um momento de muita violência nos gestos e nas palavras e nós as vezes ficamos de braços cruzados, mas hoje é o dia de se manifestar e marcamos presenças como cristãos e cidadãos, para que a realidade seja vista a partir do nosso grito e que nós sejamos ativos para que possamos lutar por aqueles que não tem voz e não tem vez”, disse Dom Leonardo 

Você encontra imagens do evento no site da arquidiocesedemanaus.org.br.

Ouça a matéria completa:

Rafaella Moura  Rádio Rio Mar

Fotos colaboração: Érico Pena


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *