Arquidiocese de Manaus

Solenidade da Festa de Santo Afonso é marcada pela ordenação de dois novos padres redentoristas

 A Congregação do Santíssimo Redentor (CSsR) – Vice Província de Manaus, realizou às 9h deste domingo (1/08), no Santuário de N. Sra. Aparecida, a Solenidade de Santo Afonso Maria de Ligório, fundador da Congregação do Santíssimo Redentor e também a Ordenação Presbiteral dos diáconos Robson Bezerra de Souza e Davi Miguel da Silva Plácido. A celebração foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Leonardo Steiner, concelebrada, por Dom Gutemberg Régis, bispo emérito da Diocese de Coari, pelo Pe. Amarildo Luciano, Vice-Provincial dos Redentoristas da Amazônia e demais padres missionários redentoristas, além de familiares e amigos dos diáconos que foram ordenados.

Após a procissão de entrada, a celebração seguiu normalmente com as boas vindas de acolhida de Dom Leonardo. “Hoje é um dia muito significativo, pois celebramos abertura do mês vocacional, dia do padre e a ordenação de mais dois novos presbíteros para a igreja do Brasil, sobretudo hoje que se comemora a festa de Santo Afonso, padroeiro e fundador dos Redentoristas”, disse o Arcebispo ao fazer a acolhida. Depois da aclamação do Evangelho, Pe. Amarildo Luciano, apresentou os candidatos a Dom Leonardo iniciando assim o rito de ordenação presbiteral.

O rito, que começa “oficialmente” após a homilia e é marcado pela prostração do candidato; oração consecratória de ordenação, realizada com a imposição de mãos do bispo; entrega das vestes sacerdotais, realizada pelos familiares; unção das mãos do neo presbítero; entrega do pão sobre a patena e o cálice com o vinho; e a acolhida no presbitério, com o ósculo (abraço) da paz, gesto com o qual Dom Leonardo, Dom Gutemberg, Pe. Amarildo e os demais padres presentes, acolheram os novos sacerdotes. “Gostaria de parabenizar os novos padres e aos seus familiares que estão aqui presentes, assim como agradeço a todos nossos os confrades pelo esforço que cada um fez para estar aqui. Também agradecemos Dom Leonardo de modo especial, pela confiança dada a esses nossos dois irmãos que vão continuar servindo em nossa Arquidiocese”, disse Pe. Amarildo.

Agradecimentos dos novos padres

Depois de ordenados, os neo-sacerdotes tomaram seus lugares no altar ao lado dos demais sacerdotes e bispos. Antes da benção final, Pe. Robson disse algumas palavras de agradecimento em nome dele e também do Pe. Davi. “O sentimento que invade nosso coração hoje é o de gratidão! Gratidão a Deus pelo dom da vida e por nossas famílias e nossos pais que estão hoje aqui presentes, que com amor nos criaram e nos conduziram no caminho do Senhor; Gratidão à N. Sra. que por tantas vezes contamos com sua intercessão e carinho no nosso discernimento vocacional; gratidão à Santo Afonso, nosso Pai e fundador de uma congregação, cujo o ideal de vida nesta terra de missão, é se dedicar às famílias mais pobres e abandonadas; gratidão à Congregação do Santíssimo Redentor, na pessoa do Pe. Amarildo e seu Conselho, pela confiança em nossa vocação e pela formação durante todos esses anos; gratidão a todos os confrades pela presença, oração e colaboração; e gratidão a Dom Leonardo de modo especial, por ter aceitado o convite de nos ordenar presbíteros para o serviço de Cristo Jesus da sua igreja, seja fecundo o seu ministério, no pastoreio de nossa igreja local; gratidão aos nossos formadores, que ao passarem por nossas vidas deixaram seu legado; e gratidão a todos os religiosos e leigos que ajudaram nesta celebração de forma direta e indireta, agradecemos pela presença e colaboração”, disse Pe. Robson.

Histórico dos novos padres

 Robson de Souza, nasceu no dia 02 de fevereiro de 1993, em Codajás (AM). É o sétimo de oito irmãos. Filho de Sebastião de Souza Irmão e Maria Madalena Bezerra de Souza. Discerniu sua vocação participando em sua Paróquia de origem, Nossa Senhora das Graças. Em 2012 deu iniciou acompanhamento vocacional junto aos Missionários Redentoristas. No ano de 2013 ingressou no Seminário Redentorista Copiosa Redenção, período que cursou Licenciatura em Filosofia. No ano de 2016 vivenciou a etapa do Noviciado em Goiânia (GO). Em 2017 professou os primeiros votos religiosos na Congregação do Santíssimo Redentor e iniciou o Curso de Teologia. Em 2019 realizou o Tirocínio Missionário atuando na Equipe missionária da Província de São Paulo. Em 2020 retornou para continuar o Curso de Teologia. No dia 18 de Fevereiro de 2021 professou os votos perpétuos na Família Redentorista. Sendo ordenado diácono por Dom Zenildo Luiz, bispo de Borba no dia 10 de abril de 2021 na cidade de Iranduba (AM). Atualmente exerce seu ministério na Paróquia de Santana, Manaus-AM.

 Davi Plácido, nasceu em 04 de fevereiro de 1992, na cidade de Cruzeiro de Sul (AC). É o primeiro de oito irmãos. Filho de Maria Estela Cavalcante da Silva e de Epaminondas da Silva Plácido. No dia 23 de janeiro 2014 ingressou na Congregação do Santíssimo Redentor, na unidade de Manaus. Em 2016 graduou-se em filosofia pela Faculdade Dom Bosco Salesiana, em Manaus. No ano de 2017, fez seu noviciado na cidade de Goiânia-GO, e emitiu os primeiros votos na Congregação do Santíssimo Redentor, na Vice-Província de Manaus no dia 20 de janeiro de 2018. Em 2018 iniciou graduação em Teologia, na Faculdade de Filosofia e Teologia Jesuíta-FAJE, na cidade de Belo Horizonte – MG. No dia 18 de Fevereiro de 2021 fez a sua Profissão Perpétua na Congregação do Santíssimo Redentor. E no dia 10 de abril de 2021, na cidade de Iranduba-AM, foi ordenado diácono pela oração e imposição das mãos de Dom Zenildo, bispo de Borba. Atualmente continua na cidade de Iranduba exercendo o serviço ministerial.

Fotos colaboração: Filipe Mesquita – Pascom Santuário



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *