Arquidiocese de Manaus

Cerca de 30 assuntos serão abordados durante 58° Assembleia Geral da CNBB

A 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, deu início nesta segunda feira. Participam do evento cardeais, arcebispos, bispos diocesanos e auxiliares, coadjutores, além dos bispos eméritos e representantes de organismos e pastorais da Igreja que são convidados. Esta é a primeira vez que a atividade acontece em formato digital.

Cerca de 30 assuntos serão discutidos durante a assembleia, entre eles as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE 2019-2023), o ano vocacional que está previsto para 2023, os anos temáticos convocados pelo Papa Francisco, o ano de São José e Família Amoris Laetitia, além da criação de um novo regional, a pandemia do novo coronavírus, entre outros temas.

Todos os dias ás 13h, horário de Brasília, acontece a coletiva de imprensa. Nesta segunda feira deu início as coletivas. Cada dia haverá a participação de três bispos indicados pela presidência da CNBB para apresentar os assuntos e desdobramentos dos debates realizados pelo episcopado brasileiro na Assembleia Geral.

O bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte e presidente da Comissão Episcopal Pastoral da Comunicação da CNBB, Dom Joaquim Guimarães, destaca o grande alcance da Assembleia por meio das plataformas digitais.

O Arcebispo de Curitiba e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral Bíblico – Catequética da CNBB, Dom José Antônio Peruzzo, ressalta a importância de se debater temas já discutidos em outras assembleias, pois o olhar é sempre novo.

A Igreja Católica no Brasil possui 278 circunscrições eclesiásticas, um total de 475 bispos hoje, dos quais 309 exercendo alguma missão e função de governo mais 166 bispos eméritos (aposentados).

Ouça a matéria completa:

Rafaella Moura – Rádio Rio Mar 



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *