Arquidiocese de Manaus

Arquidiocese celebra a Paixão do Senhor com número limitado de fiéis

O Arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Steiner, presidiu nesta sexta-feira (2/4) a Celebração da Paixão de Cristo, que foi realizada na Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Conceição, concelebrada pelo pároco Pe. Hudson Ribeiro, pelo Pe. Sebastião Maia, auxiliados pelos diáconos Ruzeval Cardoso e Edson Ferreira. A solenidade foi transmitida pela TV Encontro das Águas, Rádio Rio Mar e redes sociais da Catedral (Facebook e Instagram).

Pelo segundo ano consecutivo, a Arquidiocese de Manaus vivenciou uma sexta-feira santa diferente, onde ao invés das tradicionais procissões da Via-Sacra e do Senhor Morto, que reuniam milhares de fiéis pelas ruas do centro da cidade, apenas uma pequena quantidade de fiéis participaram da celebração de forma presencial, as demais acompanharam através dos meios de comunicação e redes sociais.

De acordo com Dom Leonardo, apesar de ser uma “modalidade” diferente de celebração, o povo correspondeu acompanhando pelos meios de comunicação e redes sociais. “Ano passado essa celebração foi realizada de portas fechadas e esse ano já tivemos a participação de um determinado número de fiéis, ano que vem esperamos ter nossas igrejas lotadas de novo, pois queremos voltar a fazer nossas celebrações públicas e se Deus quiser no próximo ano teremos nossa Via Sacra novamente”, disse o Arcebispo.

Devido a pandemia da Covid 19, não houve o Beijo da Cruz, que tradicionalmente acontece nesta celebração. A Cruz foi erguida pelo arcebispo e a assembleia fez sua oração e reverencia diante de Jesus Crucificado. Em seguida, aconteceu a Via Sacra dentro da Catedral. As paradas foram realizadas em frente aos quadros históricos, no total 14, que estão colocados nas paredes da igreja e a ultima parada foi realizada na frente do altar. Dom Leonardo carregou a cruz durante o percurso. O público permaneceu na catedral, cada um em seu lugar.

Após a Via Sacra a celebração foi concluída sem a benção final. Vale a pena ressaltar que, durante toda a celebração, as imagens do Senhor dos Passos, Verônica e Nossa Senhora das Dores, que todos os anos percorrem as ruas do centro de Manaus desde 1880, ficaram expostas ao redor do altar, assim como no ano passado.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *