Arquidiocese de Manaus

Bispo Auxiliar envia mensagem aos religiosos e religiosas atuantes na Arquidiocese de Manaus pelo Dia da Vida Consagrada

Dom Edmilson Tadeu Canavarros dos Santos, religioso da congregação Salesianos de Dom Bosco (SDB) e bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus, emite mensagem pelo Dia da Vida Consagrada parabenizando os religiosos e religiosas que se dedicam em terras amazônicas a sua missão profética de evangelizar.


 

Mensagem para o Dia da Vida Consagrada

Manaus, 2 de fevereiro de 2021

Os tempos mais globalizados parecem exigir atitudes dramáticas dos(as) consagrados(as): resistência e discernimento a partir da distância, desde o horizonte escatológico e sua reserva de sentido. Os modelos rígidos, porém, não ajudam, sobretudo em tempos de maior complexidade. Quando, no entanto, a complexidade é tal que não se está em condições de saber o que fazer, vale o axioma de Aristóteles – comentado por Santo Tomás, por um lado, e por Marx, por outro –: “Em questões complexas, a melhor prática é uma boa teoria”, isto é, os tempos são para aprofundar os tesouros de sabedoria da tradição, para análises críticas e para dar tempo ao discernimento. Frequentemente, isso ocorre em tempos de silêncio, na noite, quando se perscruta os sinais do amanhecer.

O momento atual pede a presença da Vida Consagrada, mais profético e mais corajoso. Ela, mais do que nunca, não pode abdicar da sua missão profética. Por isso mesmo, precisa situar-se nas periferias existenciais, pois é aqui que se encontra o lugar da criatividade profética e da vida religiosa, o lugar da resistência contracultural.

Ao parabenizar a Vida Consagra em nossa Arquidiocese no seu dia celebrativo, evoco à memória todos (as) os (as) que souberam dedicar-se a essa Igreja nessa região da Amazônia com a disponível generosidade, própria de quem descobre que é graça ser mediador da esperança em uma vida religiosa atualizada, sólida, comprometida e alicerçada numa profunda fé no Ressuscitado-que-caminha-conosco.

Daqui por diante, tudo está para ser constantemente refeito. As conquistas do passado valem enquanto ponte para o mergulho no futuro. Será o Espírito do Cristo crucificado pelo pecado do mundo e ressuscitado para a vida do mundo, que estará a nossa frente para guiar-nos nesse processo de encarnação.

A todos (as) os (as) consagrados (as), que se sentem felizes por pertencer a esta grande família que é a nossa Arquidiocese de Manaus, nossa estima e dedicação. Que esta mensagem possa servir de estímulo para uma vida religiosa sempre mais inculturada e comprometida na construção do Reino de Deus em nosso meio.

Dom Tadeu Canavarros, SDB



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *