Arquidiocese de Manaus

Arquidiocese de Manaus retoma presença no cemitério durante o segundo pico de mortes pelo novo coronavírus

No dia 25 de janeiro, diante da grande necessidade de abençoar os falecidos em meio a pandemia do novo coronavírus, o arcebispo de Manaus Dom Leonardo Steiner e o bispo auxiliar Dom José Albuquerque iniciaram o atendimento da Arquidiocese de Manaus no Cemitério Nossa Senhora Aparecida, situado no Tarumã, conforme informado nas orientações emitidas aos presbíteros, no dia 24 de janeiro.

“Uma necessidade impreterível é sermos presença consoladora, samaritana, de fé. Nossa palavra seja sempre de ânimo e de esperança! Iniciaremos amanhã [25/1] o atendimento do cemitério Nossa Senhora Aparecida (Tarumã) […]  Também as Paróquias de São Sebastião e São Raimundo Nonato se dispuseram a abençoar cortejos fúnebres em passagem”, afirmou o arcebispo em meio a orientação.

Uma escala de presbíteros está sendo formada para que diariamente a igreja consiga ser a presença que os fiéis necessitam neste momento de perda dos seus entes queridos, que tiveram a vida ceifada durante este segundo pico da pandemia.

 

Dom Leonardo Steiner e Dom José Albuquerque no Cemitério Nossa Senhora Aparecida

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *