Arquidiocese de Manaus

Pe. José Gaspar celebra o Jubileu de Ouro Presbiteral na paróquia Cristo Redentor

O Pe. José Reis Gaspar (C.S.Sp), vigário paroquial da paróquia Cristo Redentor, localizada no coração do bairro do Alvorada 3, celebrou neste domingo (20/12) o seu Jubileu de Ouro Presbiteral, pela passagem dos seus 50 anos de serviço prestados como sacerdote. A celebração foi presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus, Dom Tadeu Canavarros, concelebrada pelo arcebispo emérito, Dom Sergio Castriani, pelo superior dos Espiritanos da Amazônia, Pe. Flávio Luiz Gonzaga e pároco Pe. Carmelo Rivera, auxiliados pelos diáconos Emílio Souza e Atanázio Salvador.

A celebração contou com vários momentos marcantes, como a entrega da estola jubilar ao padre Gaspar; a renovação dos compromissos sacerdotais realizada pelo vigário diante do bispo e de toda a assembleia, homenagens da comunidade incluindo bolo de aniversário e um vídeo com mensagens dos familiares do padre e o recebimento de um quadro com a Benção Apostólica do Papa Francisco por ocasião dos 50 anos de Ordenação Sacerdotal. Ao final da celebração, Pe. Gaspar recebeu o carinho dos comunitários, sendo muito atencioso com todos que queriam lhe parabenizar e registrar o momento por meio de fotografias.

De acordo com Pe Carmelo, a vontade era fazer uma celebração onde toda a comunidade pudesse participar, mas em virtude da pandemia, o  numero de participantes foi bem reduzido e, quem não pode se fazer presente, acompanhou tudo pela transmissão ao vivo realizada pelo facebook da paróquia. “Já estávamos nos planejando há um ano para esse momento, mas se dependesse do Pe. Gaspar não teria acontecido, por causa da pandemia. Mas fizemos seguindo as orientações de medidas preventivas e estamos muito felizes, pois são 50 anos e a comunidade tem muito carinho por ele que é visto como um pai. Por isso, mesmo nem todos podendo estar aqui hoje, ele desde sexta fez uma peregrinação por todas as comunidades da paróquia celebrando a missa jubilar com todos os paroquianos”, disse o pároco.

Segundo Pe. Flávio, a vida de Pe. Gaspar é um exemplo de motivação até mesmo as novas vocações sacerdotais. “A dedicação e o testemunho missionário de Pe. Gaspar é um reflexo desses 50 anos de serviço à igreja, ele chegou, se integrou à uma nova realidade e se encarnou na rotina do povo, tal atitude inspira e motiva até mesmo ao surgimento de novos seminaristas”, comentou o superior dos espiritanos. Tal verdade é sentida no carinho que a comunidade têm por ele. “Padre amigo e amigo padre. Grande testemunho missionário. Que Deus dê sempre saúde e coragem para missão em permanente estado de graça santificante”, disse Vanderlan Falcão.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *