Arquidiocese de Manaus

Religioso destaca rumos da “Escravidão Moderna”

O Papa Francisco fez uma publicação no Twitter na última quarta-feira ressaltando que “A escravidão é a nossa ‘indignidade’, porque retira a dignidade a todos nós”.

O pontífice falou sobre a escravidão moderna, onde existem mais de 40 milhões de “escravos modernos” no mundo, um quarto deles são crianças. Para sensibilizar a opinião pública para esta realidade, a ONU proclamou o Dia Internacional para a Abolição da Escravatura.

A escravidão moderna se dá de vários modos, por vezes imperceptíveis, afirma o Pároco da Paróquia São Sebastião, Frei Paulo Xavier.

Frei Paulo destaca alguns aspectos da escravidão moderna.

De acordo com os dados mais recentes fornecidos pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), estima-se que mais de 40 milhões de pessoas estão atualmente em escravidão moderna, dos quais 24,9 milhões em trabalhos forçados, especialmente no trabalho doméstico, na construção civil e na agricultura, e 15,4 milhões em casamentos forçados, enquanto 4,8 milhões estão estimados como vítimas de exploração sexual forçada.

 

Ouça a matéria completa:

 

 

Rafaella Moura – Rádio Rio Mar 



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *