Arquidiocese de Manaus

Santuário Sagrado Coração de Jesus é revitalizado, mas precisa de ornamentação

Quem não o conhece como Santuário Sagrado Coração de Jesus, por certo já ouviu falar na igreja do Colégio Santa Teresinha (antigo Patronato), localizada ao lado do Museu do Índio, na rua Duque de Caxias – 296, Centro, Zona Sul.
Inaugurado em 27 de outubro de 1961, o Santuário passou por uma campanha de revitalização e agora precisa dos ‘acabamentos finais’ para, finalmente após quase 60 anos, voltar a ser uma das igrejas mais lindas e frequentadas do Norte do Brasil.

A campanha iniciou em abril de 2019, quando por meio de uma vaquinha virtual e doação para contas bancárias, devotos do Sagrado Coração de Jesus e doadores, colaboraram com a restauração e revitalização do templo.
Irmã Ágata Kociper, nativa da Eslovênia e há mais de 30 anos no Amazonas, agradece aqueles que já contribuíram para a reforma do local.

O espaço religioso faz parte da tradicional escola Santa Teresinha que, em mais de oito décadas, formou gerações de estudantes na cidade. O templo passou por reparos importantes no piso, bancos, pintura, troca nas instalações elétricas, ventiladores e som.

A Diretora de Comunicação da Câmara Municipal de Manaus e ex-aluna do Patronato Santa Teresinha, Ed Blair, faz memória do tempo em que viveu no patronato.

O local precisa de seis pares de cortinas na cor vinho, tecido acetinado, com dois metros de comprimento e dois e meio de largura.

Seis cortinas amarelas para a Sacristia (mesmo tamanho das anteriores)

Tapete para o piso central da igreja, cor vinho para uso em festejos especiais, além de primeira eucaristia, outros

24 vasos para ornamentação em tamanho médio para plantas

24 vasos em tamanho menor para enfeitar os altares com flores

Toalhas iguais nas cores brancas, vinho, roxas, de renda ou não, para os quatro altares (principal, Santa Teresinha, Sacristia, Nossa Senhora Auxiliadora)

Ambão para uso na Proclamação da Palavra (liturgia)

Cera lavável com alto brilho e alto tráfego para manutenção do piso

 

Ouça a matéria completa:

 

 

Rafaella Moura – Rádio Rio Mar 

 

Texto, fotos: Ed Blair (Integrante da Associação das Ex-alunas e Ex-Alunos do Cest)

Fotos da restauração: Irmã Ágata Kociper



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *