Arquidiocese de Manaus

Celebração e carreata encerram festejos de Santa Teresinha, padroeira da missões

Na noite desta quinta-feira (01/10), foi realizada a celebração de encerramento dos festejos de Santa Teresinha do Menino Jesus, reunindo todos os movimentos e forças vivas da paróquia localizada no bairro do Alvorada 2 – Região Episcopal Nossa Senhora dos Remédios. A santa missa em honra à padroeira foi presidida por Monsenhor Sabino Andrade, concelebrada pelo vigário paroquial, Pe. Kleython Cabral e Pe. Cândido Cocaveli, auxiliados pelo diácono Ricardo Pereira. A celebração seguiu todos os protocolos de segurança visando a saúde dos fiéis, sendo disponibilizados apenas 120 lugares no interior da igreja e mais 60 lugares na área externa, onde os devotos acompanharam a missa por um telão. Após a benção final, foi realizada uma carreata com o andor da santa percorrendo as ruas do bairro e visitando todas as diaconias pertencentes à paroquia.

Esse ano o novenário teve como tema “Santa Teresinha ensina-nos que a vida é missão” e lema “Minha vida é um único ato de amor: eis-me aqui, envia-me”. Pelo fato de ser uma das santas mais queridas, Santa Teresinha, a Santa das Rosas e padroeira das missões, sempre reúne devotos dos quatro cantos da cidade e, os que não puderam estar presente acompanharam tudo pelas redes sociais da paróquia que fez a transmissão ao vivo, tanto da celebração, como também das nove noites de novenário. Apesar de ser realizado de um modo um pouco diferente em virtude da pandemia, a emoção também se fez presente em vários momentos dos festejos, como por exemplo na ultima noite do novenário, onde foi feita uma homenagem ao Pe. Cairo Gama, ex-paroco que faleceu este ano vítima de Covid-19.

Ao final da celebração, Pe. Kleython disse algumas palavras de agradecimento aos celebrantes e também a todos que participaram dos festejos. “Foi um desafio fazer esse novenário por causa da questão da pandemia. Fazer ensaio, reunião, limpeza e higienização, não foi fácil fazer tudo isso e muito mais e sempre tentando evitar a aglomeração. Agradeço também a todos para que fizeram o melhor para que tudo isso pudesse acontecer e a todos que também participaram pelas redes sociais ao longo desses 10 dias”, comentou Pe. Klaython.

Histórico da paróquia

A Paróquia Santa Teresinha teve sua origem na década de 70 com a chegada dos primeiros religiosos da Congregação Salesiana, dentre os quais: Pe. William Redmond, Irmã Giana e Consolação do Patronato Santa Teresinha. A primeira missa foi celebrada no domingo de páscoa no ano de 1971 numa pequena e improvisada capela. Era o primeiro passo para o florescimento de uma igreja de comunhão e participação.

Em 8 de Dezembro de 1972, Dom João de Souza Lima, inaugura a nova igreja, construída em alvenaria com recursos da Alemanha e com a mão de obra da comunidade. Após mais de 10 anos sob o comando do Pe. José Rodrigues, posse no dia 23 de outubro de 2018, Pe. Cairo tomou posse onde junto com Pe. Kleython desenvolveram um belo trabalho na igreja templo e comunidade e, desde maio, após o falecimento de Pe. Cairo, Pe. Kleython vem atuando como administrador da paróquia, onde é muito querido por toda a comunidade.

 

Mais informações em breve.

Fotos colaboração: Ana Flávia Moreira, Pascom Santa Teresinha



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *