Arquidiocese de Manaus

Arcebispo celebra missa em ação de graças pelos atendentes paroquiais atuantes na Arquidiocese

Na manhã do dia 30 de setembro, data em que se comemora São Jerônimo, patrono das secretárias(os), ocorreu uma missa pelo dia da secretária(o), presidida pelo Arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Steiner, e concelebrada pelo chanceler da Cúria, Pe. Flávio Gomes, e mais 6 padres que compareceram para prestigiar suas atendentes paroquiais neste dia especial.

Dom Leonardo afirmou durante a homilia que ser atendente paroquial não é apenas um emprego, mas um serviço, e o modo como se atende as pessoas já é uma forma de anunciar a palavra de Deus, de evangelizar.

“O nosso serviço é seguimento de Jesus. Estar em uma secretaria de área missionária ou paróquia é seguimento de Jesus. Fazemos isso como mulher e homens de fé, pessoas que acreditam em Jesus e querem seguir Jesus. Dessa forma isso significa atender bem as pessoas, mesmo nas contrariedades do atendimento, nas exigências que as pessoas fazem e nós temos que dizer que talvez não seja conveniente realizar tal pedido. Nesses vai e vem da vida, nessas contrariedades da vida, fazer disso o seguimento de Jesus, ou em outras palavras, fazer disso um caminho para a santidade. O servir nas nossas secretarias não é um emprego, mas é um serviço à igreja, é atender a igreja, atender as pessoas e com isso seguir Jesus. Mas nesse serviço precisamos entender que quem chega na igreja a primeira pessoa que encontra é o atendente e deve encontrá-lo sorrindo e prestativo, isso é fazer anúncio da Palavra de Deus. O modo de olhar, o modo de sorrir, o modo de receber é anúncio. Diz muito o ser Igreja. Peço que sejam pessoas evangelizadoras nas nossas paróquias e áreas missionárias”, destacou Dom Leonardo.

Ao final, houve a leitura de uma mensagem pelo dia da secretária e do secretário em que a Arquidiocese de Manaus agradece a cada um atendente paroquial pelo serviço prestado, pois quando são bem instruídos fazem toda a diferença, acolhendo com alegria, eficiência, competência, dedicação, zelo pelo trabalho em equipe e motivação, e dessa forma conseguem atender aos prazos e manter a programação dos calendários e agendas em dia.  E que pelo aprendizado recebido, tornam-se também guardiãs dos documentos que dizem respeito ao tribunal eclesiástico.

O Chanceler, Pe. Flavio Gomes, agradeceu a presença dos padres que estiveram presentes e que todos os padres são convidados a participar desse momento. Agradeceu as atendentes que estão sempre motivadas a aprender mais e a fazer o melhor nesse serviço, qualificando-se bem ao longo do ano.

Ao final, Dom Leonardo falou aos presente sobre a importância de guardar os documentos, pedindo que além de certidões de batismo ou casamento, também sejam arquivados os cartazes das festas de padroeiros e outros eventos, recortes de jornal, atas de reuniões e que entreguem para o arquivo da Cúria Metropolitana, pois tudo isso ajuda a contar a história igreja. “A nossa história é de séculos mas ainda temos pouco material, mas vocês podem nos ajudar muito a cuidar de nossa história”, afirmou Dom Leonardo.

Após a missa aconteceu um momento de confraternização com um café da manhã partilhado.

 

  Foto: Rozi Nascimento Foto: Rozi Nascimento



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *