Arquidiocese de Manaus

Pastoral da Saúde destaca Missão e desafios durante pandemia

Um dos problemas gritantes que assolam o nosso país é o direito a saúde pública.

O parágrafo quinquagésimo terceiro do texto base da Campanha da Fraternidade de 2019, afirma que a saúde pública, cuja abrangência supera quatro quintos de toda a população, destacam-se, com média anual, a realização de mais de 2,5 bilhões de procedimentos ambulatoriais, com 11 mil transplantes, 215 mil cirurgias cardíacas, 9 milhões de procedimentos de quimioterapia e radioterapia e 11,3 milhões de internações. Ademias do serviço de urgências realizado pelo SAMU, ressalta-se o programa saúde da família, entre outros.

A Pastoral da Saúde está inserida entre as mais de 40 pastorais existentes na Conferência Nacional do Bispos do Brasil, a CNBB. Em Manaus já existe há mais de 32 anos e sua missão é estar presente nos hospitais e comunidades levando orientações de prevenção e cuidado com a saúde, afirma a coordenadora arquidiocesana da Pastoral da Saúde, Nizia Sato.

São mais de 350 agentes capacitados na Arquidiocese de Manaus, 23 paróquias com a Pastoral ativa, que promovem ações, entre os hospitais visitados estão  o 28 de Agosto, João Lúcio, Delphina Aziz, Francisca mendes, Beneficente Portuguesa e o  Dr° Fajardo.

Com a chegada da pandemia a pastoral teve que suspender as visitas, mas continuam o seu trabalho de forma virtual.

Nizia ressalta a parceria entre Pastoral da Saúde e Cáritas Arquidiocesana no atendimento aos mais necessitados. A Pastoral também está presente nos Conselhos de Saúde.

Para conhecer melhor o trabalho da Pastoral da Saúde, entre em contato por meio do  telefone 9 9116-8557.

Ouça a matéria completa:

 

 

Rafaella Moura – Rádio Rio Mar 

 

 

 



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *