Arquidiocese de Manaus

CNBB promove campanha para o enfrentamento de tráfico humano

O objetivo é de sensibilizar a Igreja do Brasil, assim como toda a sociedade brasileira, para o enfretamento ao tráfico de pessoas na semana do Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, 30 de julho.

A campanha também pretende chamar a atenção do poder público para a promoção e inclusão social das vítimas e a garantia de seus direitos. A programação conta com a participação de artistas globais, destaca a integrante da Rede Um Grito pela Vida Manaus, Irmã Rose Bertoldo.

Pastorais que compõe a Conferência Nacional dos Bispos – CNBB, trabalham com esses públicos atingidos pelo tráfico humano e também tem a missão de orientá-los, destaca a Coordenadora Estadual da Pastoral da Criança, Maria Inês Freitas.

São muitos os tipos do tráfico de pessoas. Na rede de ensino por exemplo os professores identificam entre os alunos por meio de conversas informais, afirma a professora Gabrielle Amorim.

O trabalho infantil também é uma das características de tráfico humano. O Amazonas ocupa a 15ª posição no ranking do trabalho infantil na faixa etária de 5 a 17 anos, com uma taxa de ocupação* de 6,3%, segundo análise realizada pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua 2016 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O auditor fiscal do trabalho no Amazonas, Emerson Costa é destaca que há ocorrências de tráfico de crianças e adolescentes para fins de trabalho infantil.

Hoje acontece uma live com as participações de dom Evaristo Pascoal Spengler e Irmã Eurides Alves de Oliveira, ambos da Comissão Episcopal Pastoral Especial para o Enfrentamento do Tráfico Humano e Roberto Marinucci, do Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios. A transmissão será pelas redes Sociais da Cáritas Brasileira.

 

Ouça a matéria completa:

 

 

Rafaella Moura – Rádio Rio Mar 



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *