Arquidiocese de Manaus

Padre indígena recorda técnicas de defesa usadas pelos ancestrais contra doenças e pandemias

Justino Rezende é indígena da etnia Tuyuka e padre salesiano. Foi um dos padres sinodais na reunião do sínodo para a Amazônia em outubro de 2019 no Vaticano em Roma. Nascido na aldeia Onça-Igarapé, no distrito de Pari-Cachoeira, no Alto Rio Negro, em São Gabriel da Cachoeira, norte do Amazonas, padre Justino pertence ao povo Utãpinopona.

O religioso já atuou na evangelização de indígenas no Alto Rio Negro com os povos Arapaso, Tariano, Tuyuka, Tukano, Desano, Piratapuia, Wanano, Kubeu, Mirititapuia, Hupda e Yanomami, e em conjunto com 15 bispos e uma religiosa e um leigo o documento preparatório para o Sínodo da Amazônia.

Nestes tempos de pandemia pelo novo corona vírus o padre recorda como os seus ancestrais se portavam diante das epidemias e doenças que os povos indígenas enfrentavam.

Padre Justino Rezende nos fala de Santa Isabel do Rio Negro,  onde está em isolamento com outros indígenas.

Ouça a matéria na íntegra:

 

 

Rádio Rio Mar – Rafaella Moura 



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *