Arquidiocese de Manaus

Missas sem público: os desafios da Igreja e da Pascom Aparecida Manaus em tempos de pandemia mundial de Coronavírus

Missas e novenas em honra a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro são transmitidas ao vivo por rede social

Por trás de cada transmissão ao vivo nas redes sociais, estão dezenas de bancos vazios e celebrações litúrgicas sem público presente fisicamente. As milhares de pessoas, que compareciam, principalmente, às terças-feiras no Santuário Nossa Senhora Aparecida, em Manaus, agora estão do outro lado da tela do celular, utilizado para conectar os católicos a Igreja. Enquanto isso, o espaço sagrado é ocupado, apenas por um grupo seleto de pessoas responsável pelas transmissões diárias das missas e novenas. Um cenário jamais imaginado antes do anúncio da Organização Mundial de Saúde de alerta de pandemia, causada por uma doença desconhecida, a COVID-19, trasmitida por um vírus chamado de novo Coronavírus.

De portas fechadas para evitar aglomerações, seguindo também orientações da Arquidiocese de Manaus, o Santuário suspendeu as atividades pastorais desde o dia 22 de março (domingo) de 2020, e passou a realizar as missas apenas por meio da página da Igreja na rede social Facebook. A experiência tecnológica digital, que já estava sendo realizada pela Pastoral de Comunicação (Pascom), trouxe novos desafios de interação com os cristãos católicos. Até mesmo para quem já lidava com essa dinâmica de transmissão ao vivo ou ‘live’ – significa ao vivo em inglês – , como o padre James Batista, vigário da Paróquia. “É uma experiência bastante interessante, sobretudo, para nós Redentoristas que acompanhamos o cotidiano do nosso povo. É difícil olhar para essa realidade e conseguir celebrar com todo entusiasmo, com toda alegria. É uma experiência muito solitária. Temos atingido muitas pessoas em casa, rezado com a ajuda da internet, mas nada substitui a presença física. Por isso, peço sempre a Deus força, ânimo e confiança para celebrar de maneira digna, sem deixar isso transparecer”, relatou.

Com a tecnologia, católicos passaram a escrever as intenções, como pedidos de intercessão pela saúde, nos comentários das transmissões. Batista ressaltou ainda a importância da utilização das mídias digitais Facebook, Instagram, WhatsApp, entre outros como meio de evangelização e fortalecimento da fé nesse período. “O meu lema tem sido ‘separados pelas mãos e unidos pela oração’, pois tem sido muito gratificante rezar por esses meios (digitais) porque a gente vê a reação do povo. E eu fico imaginando como seria sem, como estaríamos levando a Palavra de Deus até as pessoas. Só pela rádio ainda seria muito pouco. Agradeço muito a Deus pela experiência e espero em breve sair desse momento juntamento com todos os brasileiros e, assim, voltarmos a vida normal”, disse.

O design da Pascom do Santuário, João Júnior, também contou como foram os primeiros dias de transmissão na Igreja. “Teve queda de energia na cidade, as pessoas não estavam conseguindo conectar a internet por causa da sobrecarga na rede, todo mundo usando ao mesmo tempo. Foi bastante complicado. Estamos tentando fazer o máximo ‘pra’ poder levar a Palavra de Deus da melhor forma possível”, completou.

Em média 7 pessoas, entre leigos e religiosos, ajudam nas transmissões ao vivo no Santuário, respeitando as orientações de distanciamento social de pelo menos 1 metro e de prevenção, com a utilização de máscaras e álcool gel. “Todos os dias faço a higienização dos equipamentos que a gente usa, tomo conta dessa parte. Cuido até do equipamento que o outro ‘tá’ usando porque é importante a gente zelar por tudo e por todos”, finalizou Júnior.

LIVES

A página do Santuário de Aparecida (@aparecida.manaus), em Manaus, possui mais de 12 mil seguidores. Diariamente, as transmissões ao vivo das missas alcançam milhares de pessoas. No dia 05 de abril, por exemplo, a ‘live’ da missa do Domingo de Ramos, realizada às 18 horas, registrou mais de 16 mil visualizações até o dia 8 do mesmo mês.

Por Naine Carvalho – jornalista da Pascom do Santuário Nsa. Sra. Aparecida em Manaus


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *