Arquidiocese de Manaus

Dom Leonardo preside missa restrita na Festa de São José Esposo de Maria

O santuário de São José, localizado no Centro da cidade teve que fechar as portas. Em comunhão com o Vaticano, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, autoridades de saúde e autoridades estaduais, a Arquidiocese de Manaus também adotou as medidas de prevenção contra o Covid-19. Na celebração, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Leonardo Steiner e concelebrada pelo pároco, Pe. Felipe Bauziere, participaram apenas coroinhas, ministros, equipe litúrgica, alguns agentes pastorais e as emissoras, Tv Encontro das Águas e Rádio Rio Mar FM que fizeram a transmissão do ato litúrgico para que todos os devotos pudessem acompanhar ao vivo em suas residências. 

Para Dom Leonardo, a celebração ocorreu como todos os anos, apesar de não presença física, as pessoas puderam estar presentes de uma outra maneira, rezando pelos meios de comunicação e em casa. “O Santuário estava quase vazio, mas durante a celebração eu imaginava quantas pessoas celebravam conosco pelos meios de comunicação, então dessa forma a igreja estava repleta, porque a celebração é sempre uma expressão da nossa fé e hoje demonstramos um pouco dessa fé em torno desse ícone que é São José, que nos fará crescer na dimensão do sonho e da esperança”, disse Dom Leonardo.

Para Pe. Felipe, a celebração realizada à portas fechadas foi uma questão de solidariedade e obediência a atual situação que o mundo se encontra. “Realizamos o festejo de São José de uma forma inédita, ninguém queria que fosse assim, mas antes de tudo são medidas que foram tomadas para se preservar a vida. São alguns desafios que estamos passando, mas celebramos com esperança e agradecemos aos meios de comunicação que, a partir de agora, nos ajudarão a celebrar junto com as pessoas. O Senhor nos deu fé e também nos deu inteligência para fazermos alguma coisa e durante um certo tempo teremos que agir assim, mas sem deixar de se amar e ser solidário”, comentou o pároco.

Fotos e texto colaboração: Rafaella Moura

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *