Arquidiocese de Manaus

Catequistas de crisma participam de encontro anual com os bispos em suas Regiões Episcopais

Catequistas que atuam na preparação de jovens e adultos para o sacramento do Crisma, nas três regiões episcopais da Arquidiocese de Manaus, estiveram reunidos no dia 8 de março, no Encontro Anual com os bispos, promovido pela Catequese Arquidiocesana a Serviço (CAS) em parceria com a Pastoral Vocacional. Neste ano, o tema central foi “Chamados a viver a missão no chão da Amazônia”, reunindo vários catequistas dos diversos setores para partilhar suas experiências, promover a unidade e fazer uma reflexão sobre a sua vocação de ser catequista, que tem esse papel de ajudar os adolescentes e jovens a responder o chamado de Deus na sua vida, dando discernimento para cada um descobrir sua verdadeira vocação.

O bispo auxiliar, Dom Tadeu Canavarros, durante sua fala para os catequistas da Região Episcopal Nossa Senhora dos Navegantes, reunidos nas dependências da Paróquia São Pedro Apóstolo – bairro Petrópolis, interagiu com os presentes para conhecer o que os motiva a atuar na catequese e acompanhar jovens.  Explicou sobre como deve ser a conduta do bom catequista e de que forma podem ajudar os crismandos a caminharem com Jesus, a se comprometerem com a comunidade, escolher uma atuação pastoral e discernir a sua vocação. Disse ainda ter sido um momento importante para reunir e para motivar a permanecer na vocação ministerial de catequista, ajudando os jovens a descobrirem o caminho que querem seguir.

“Foi mais um encontro da Pastoral Vocacional em parceria com os Catequistas de Crisma, realçando a vocação do catequista, de uma maneira especial, para ajudar os jovens no conhecimento da sua vocação, sobretudo a nossa missão concreta nesse chão da Amazônia. Foi um grande encontro reafirmando a nossa vocação de cada vez mais crescermos e construirmos o reino de Deus na igreja em Manaus”, afirmou Dom Tadeu Canavarros.

O arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Steiner esteve com os catequistas da Região Episcopal Nossa Senhora dos Remédios, reunidos na quadra do Colégio Preciosíssimo Sangue, onde junto com Monsenhor Sabino Andrade, deixaram um recado aos catequistas ressaltando a importância de sua atuação no anúncio de Jesus e de seu Evangelho, auxiliando no amadurecimento da fé de muitos.

“Queridos irmãos e irmãs catequistas, vocês que são tão importantes para a nossa igreja, que sempre anunciem Jesus, falem de Jesus, ajudem as pessoas a conhecerem e viverem Jesus. Ajudem a perceberem que em Jesus existe uma realização da vida, que nele encontramos um sentido da vida, que em Jesus nós percebemos a grandeza e uma eternidade com Deus. Que Deus abençoe a todos! Que vocês possam nos ajudar no amadurecimento da fé dos nossos irmãos e irmãs”, disse o arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Steiner.

Dom Leonardo também falou da importância do catequista na Iniciação à Vida Cristã (IVC). “O catequista é essencialmente um discípulo missionário, aquele que segue Jesus, que anuncia Jesus e que ajuda a compreender o que é ser Cristão. Por isso a catequese é muito mais que uma pastoral, é um ministério. E várias dioceses já tem catequistas preparados para levar a IVC para os pais daqueles que serão batizados e crismados, redescobrindo a beleza da fé por meio dos catequistas que também ajudam não só os pais, mas também os jovens e adolescentes a ter essa percepção das relações familiares, sociais e também com Deus. E esse momento decisivo da vida, entra o papel do catequista da crisma para ajudar abrir o horizonte da fé, por meio do evangelho”, comentou o Arcebispo.

Para Rosália Gaspar, coordenadora do CAS, o encontro por região episcopal favorece a confraternização dos setores e faz parte do crescimento da catequese. “Esse é um evento motivador, além de ser muito importante para a união da nossa igreja, pois fortifica a vocação de cada catequista. Acredito que foi um encontro muito positivo, e o contato com os bispos acaba gerando mais interação e dinamismo. O evento por regiões faz com que todos os setores se ajudem, se envolvam em prol de um bem maior, por meio do conhecimento e da partilha, favorecendo esse momento de estar junto. Houve uma grande participação dos catequistas contribuindo com sugestões de como pode ser melhor esse caminhar da catequise com os crismandos”, disse Rosália.

Por Érico Pena e Ana Paula Lourenço

 

Confira o registro fotográfico de cada região:

 

Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida

Região Episcopal Nossa Senhora dos Remédios

     

Região Episcopal Nossa Senhora dos Navegantes


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *