Arquidiocese de Manaus

Tribunal Eclesiástico tem sede instalada no Centro Arquidiocesano São José

Na manhã do dia 6 de março, aconteceu a inauguração da nova sede do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano, que hoje passa a tender nas dependências do Centro Arquidiocesano São José, situado à Rua Major Gabriel, nº 767 – Centro.

O evento contou com a presença do arcebispo Dom Leonardo Ulrich Steiner, do bispo auxiliar Dom Tadeu Canavarros, do arcebispo emérito Dom Sergio Eduardo Castriani, do bispo auxiliar emérito Dom Mário Pasqualotto, padres convidados, notária, colaboradores, padres e dos juízes deste tribunal. Houve uma fala de Dom Sergio em que afirmou ser uma instância importante onde se pratica a caridade e que este foi o momento de entregar a função de juiz moderador a Dom Leonardo Steiner.

“Este é um espaço de caridade, muito importante para as pessoas que nos procuram. Agradeço ao padre Paulo Pinto que é o grande mentor de tudo isso, desde que foi convidado a assumir a presidência deste tribunal em 2015, quando passou a ser de responsabilidade da Arquidiocese, mas atendendo todo o tribunal”, disse Dom Sergio.

Dom Leonardo ao assumir esta função de juiz moderador, agradeceu à iniciativa enquanto Arcebispo de Manaus e disse que esta instância é muito importante para os fiéis, que buscam nulidade matrimonial ou resolver outras questões.

“O tribunal já existe há alguns anos e desempenha um papel muito importante na evangelização. O tribunal é o lugar da escuta, do encaminhamento e busca de soluções de dificuldades, sejam matrimoniais ou outras, e ajuda muito a vida dos casais, mas também a vida eclesial. No tribunal é que também se jugam os casos, mas antes se busca entender esses casos. É também o lugar de reconciliação com a própria vida e com os irmãos a partir da fé”, destacou o arcebispo.

A sede do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de Manaus é composta pela sala principal, sala de audiências, sala dos juízes para estudo dos processos e copa.

Sobre o Tribunal Eclesiástico
Até o ano de 2014, o Tribunal Eclesiástico era vinculado ao Regional Norte 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Em 2015 passou a ser Interdiocesano e foi instalada na Arquidiocese de Manaus, que enquanto região metropolitana, passou a ficar responsável por esta instância local da Igreja Católica, tendo como moderador o então arcebispo Dom Sergio Eduardo Castriani, conforme o Decreto de Instalação passado na Cúria Arquidiocesana Livro 14, folha 18, N. 558, do dia 25 de junho de 2015.

Atual composição do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano:
• Juíz Moderador: Dom Leonardo Ulrich Steiner
• Vigário Judicial: Pe. Francisco Paulo Pinto
• Vigário Judicial Adjunto: Pe. Pedro Piotr Pawelschewior
• Notária: Maria da Conceição Leão Gadelha
• Juízes:
Pe. Nelson Tafarel, Sac
Pe. Piotr Pawelschewior, Diocese de Kaliz/Polônia – Prelazia de Tefé
Pe. Francisco Carlos Batista da Souza, Diocesano
Pe. César dos Santos, Sac
• Defensor de Vínculo: Sr. Pietro Bianco Epis

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *