Arquidiocese de Manaus

Catequistas do Amazonas participam do 2° Congresso Catequistas Brasil em Aparecida(SP)

De 7 a 9 de fevereiro, aconteceu em Aparecida (SP), o 2° Congresso Catequistas Brasil com a participação de 3000 catequistas de todo o Brasil. Da Arquidiocese de Manaus, tivemos a Participação de 60 catequistas do Setor Alvorada, 10 catequistas do Setor Rio Solimões, oito catequistas do Setor Padre Pedro Vignola, além de 10 catequistas de Maués completando o time que foi representando o Amazonas. Foram três dias de muitas atividades e mais de 50 palestras feitas em ginásio, arenas e auditórios.

O primeiro dia de congresso iniciou com uma espiritualidade conduzida pelo Pe. Joãozinho scj. A abertura oficial contou com a presença de Marcelo Duarte, integrante da Banda Anjos de Resgate e de Diego Fernandes, responsável pela apresentação e animação do primeiro dia. A primeira formação do dia ficou por conta de Padre Paulo Gil, membro da Comissão Regional da Animação Bíblico Catequética para a Regional Sul 1 da CNBB que refletiu o tema “Catequese, família e comunidade: passos, laços e espaços”. Logo após, padre Alexandre Favretto, aprofundou o tema “O catequista, a evangelização e o novo contexto de pluralidade religiosa.”

O 2º dia os catequistas presentes, logo pela manhã, tiveram um momento de espiritualidade com Padre Joãozinho, SCJ e Léo Mantovani. Na sequência, assistiram palestras de extrema importância para a formação catequética. Os presentes foram surpreendidos com a presença da Banda Rosa de Saron. Os meninos da banda fizeram um breve momento de conversa com o apresentador Leo (Dominus) e em seguida presentearam o público com um pocket show acústico.

Durante a palestra de Padre Joãozinho, SCJ, no qual o tema refletia sobre como utilizar as Redes Sociais na catequese, os catequistas tiveram uma surpresa de emocionar! No decorrer da explicação a respeito do uso do virtual e da vivência do real, Padre Zezinho, SCJ subiu ao palco e presenteou os catequistas com suas sábias palavras de evangelização.

A programação do Ginásio contou com a presença de Padre Jânison de Sá, Assessor da CNBB, que refletiu o tema “O anúncio querigmático no contexto da cultura urbana”, logo após, Moisés Sbardelotto, escritor da Editora Vozes, apresentou aos presentes uma palestra sobre a comunicação da fé. Para encerrar a manhã de atividades no Ginásio, Irmã Lúcia Imaculada, representante da Paulus Editora apresentou o tema “Iniciação à Vida Crista e a cultura do encontro”. Os Auditórios e as Pela tarde, o espaço principal recebeu grandes nomes da formação catequética no país, entre eles: Padre Jordélio Ledo, Irmã Maria Aparecida, Padre Antonio Lelo, Alexandre Varella e Padre Joãozinho, SCJ.

Para encerrar o 2º dia de atividades do Catequistas Brasil 2020, Padre Joãozinho recebeu seus convidados  da música católica para um show surpreendente. Entre eles, estavam: DJ Angelus, Pitter Di Laura, Dunga, Léo (Dominus), Eros Biondini e Adriana Arydes.

No domingo, último dia de evento, os catequistas participaram das atividades da Grande Plenária. A primeira palestra foi ministrada por Frei Carlos Mesters, O.C, da Editora Santuário, que debateu sobre o tema “Jesus, tão humano como só Deus pode ser humano”. Logo após, Dom Joel Portella, secretário geral da CNBB, refletiu sobre as “Inspirações para que a ação evangelizadora contribua na superação da cultura do descartável: o encontro, a ternura e o cuidado.

Ao término, os catequistas vivenciaram uma missa de envio celebrada por Dom Joel Portella, secretário geral da CNBB e concelebrada pelos padres que estavam presentes no evento, entre eles Pe. Kennedy Picanço, pároco da Paróquia Sant’Ana Setor Alvorada.

Organização e participação dos Catequistas da Arquidiocese de Manaus

De acordo com Suelly Borges, Coordenadora da Catequese Setor Alvorada, praticamente toda a viagem foi realizada com o esforço dos próprios catequistas, algumas paróquias ajudaram na metade das despesas dos catequistas, porém alguns tiveram que arcar sozinho com suas despesas que custou em torno de 2.000 reais entre inscrição, passagem, transporte e hospedagem.

Mesmo assim, segundo a coordenadora, todo o esforço foi totalmente gratificante. “Nosso Setor estava se organizado desde o ano passado quando voltamos do Primeiro Congresso, fomos somente com 12 catequistas e este ano conseguimos levar 60 catequistas do Setor Alvorada. Para nós foram momentos muito gratificante e de muito aprendizado, uma renovação da nossa missão de catequistas”, disse Suelly.

Para finalizar, após três dias inesquecíveis, a mensagem que ficou foi que “Cada catequistas que participou do Congresso tem como missão partilhar o que aprendeu em sua paróquia/área e comunidade, pois foi isso que Pe. Zezinho nos deixou como mensagem neste 2°. Congresso: “’Nenhum aprendizado é válido se vc guardar para si’”, finalizou a coordenadora.

Com informações de Suelly Borges e site Catequistas Brasil

Fotos: Arquivo pessoal dos participantes

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *