Arquidiocese de Manaus

Iniciado ano letivo do ITEPES com missa presidida pelo arcebispo D. Leonardo

Na noite do dia 3 de fevereiro, Dom Leonardo Steiner, Arcebispo Metropolitano de Manaus, presidiu a celebração eucarística que dá início às atividades do ano letivo do Instituto de Teologia Pastoral e Ensino Superior da Amazônia (ITEPES). A celebração começou às 18h30 nas dependências do próprio Itepes e contou com a presença de diversos padres, religiosas, leigos e seminaristas da Arquidiocese de Manaus. Ao final da celebração, Dom Leonardo deu a benção de São Brás (santo do dia e padroeiro das doenças da garganta) a todos os presentes e, na sequência, todos foram convidados para assistir a aula magna da Profª. Márcia Maria, Assessora da Rede Eclesial Pan- Amazônica (Repam), que falou sobre “Perspectivas Pós Sínodo para a Igreja da Amazônia”.

Durante a homilia, Dom Leonardo falou a respeito das leituras do evangelho, que davam ênfase sobre a morte e a liberdade. Depois comentou a respeito do ‘Deus encarnado’, um assunto que vem sendo abordado desde o inicio dos tempos pelos grandes pensadores e filósofos. E finalizou comentando a respeito das instituições de ensino e da forma correta de estudar, dando um recado direto para os alunos e professores do Itepes, onde, de acordo com o Arcebispo, o grande segredo para se obter o conhecimento é tentar compreender a pessoa humana, com suas misérias, com suas virtudes; é necessário é saber pensar e para isso tem que se ter muito estudo e o estudo de hoje tem que ser mais pensante e mais vivido, não adianta ter vários escritos e não compreender a alma do povo.

“Esse tempo de estudo para vocês é precioso demais, é aqui que formamos os homens e as mulheres que nos ajudam a perceber por onde a ação de Deus, que nos ajudam a construir o Reino de Deus, não a estrutura da Igreja, não o rito da Liturgia, mas a alma da Liturgia. O estudo é o essencial para nós irmos ao centro de todas as questões, por isso exige muita leitura, muita reflexão, muito debate, não basta apenas a internet, é preciso uma espécie de desalojamento de nós mesmos, daquilo que nós achamos que compreendemos, temos que ser ouvintes da Teologia e Filosofia para que os textos possam ressoar de novo na medida que fomos colhendo experiências. A palavra só nos fala quando vem o silêncio e assim é o nosso estudo, também é preciso de um silêncio, de um saber escutar para conseguirmos nos desprender das ideias e ideais que nos achamos que já sabemos, mas que a Teologia pode nos dar muito mais”, questionou Dom Leonardo em sua homilia.

Após a comunhão, Pe. Cândido Cocaveli, diretor administrativo do ITEPES, deu às boas vindas à Dom Leonardo, que se torna o terceiro presidente do Instituto, sucedendo Dom Luiz Soares e Dom Sergio Castriani. Depois leu um breve histórico, explicando o objetivo e finalidades do ITEPES. “O ITEPES foi criado em outubro de 2015, juntamente com a sua mantenedora, a Associação Amazônica para a Pesquisa e Educação Cristã (AAPEC), cujo os membros são os bispos do Regional Norte 01 da CNBB e os superiores das congregações religiosas sediadas na região, como: as irmãs Doroteia, as irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo, os frades capuchinhos, os redentoristas, salesianos, dentre outros. Sua missão é favorecer e promover a formação sistemática e integral dos agentes de evangelização, seminaristas, leigos e leigas, candidatos ao diaconato permanente, que frequentam as escolas de teologia pastoral, de liturgia, de biblia e outros”, disse Pe. Candido ao desejar as boas vindas para o Arcebispo.

Pe. Ricardo Castro, diretor executivo do ITEPES, também saudou Dom Leonardo, falou sobre a elaboração de um novo estatuto e apresentou alguns leigos e professores presentes, também comentou a respeito dos preparativos para o curso de Realidade Amazônica, onde o Instituto acolhe todos os anos os novos missionários e da expectativa de receber o documento do Sínodo para a Amazônia, que vai orientar e fundamentar os caminhos de reflexão teológica para Amazônia. Com relação aos cursos, de acordo com Pe. Ricardo, o mês de fevereiro estará aberto para matrículas nos diversos cursos que o Instituto apresenta, entre eles: “Bacharelado em Teologia; Teologia Bíblica; Teologia Catequética; Teologia Pastoral; Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres; Ecologia Integral; Liderança para Coordenação de Comunidade, fora o curso para Ministros e Diáconos Permanentes”, explicou Pe. Ricardo.

Antes da benção final, a assessora da extensão universitária, Creusa Pinheiro, entregou em nome de todos os leigos e leigas do ITEPES, dois presentes para Dom Leonardo, um livro sobre a Realidade Amazônica e uma cuia, que é o símbolo da ecologia integral. “Lhe damos as boas vindas e que o senhor venha caminhar conosco neste chão da Arquidiocese de Manaus, onde somos uma família e queremos que o senhor faça parte dessa grande família, pois temos certeza que o senhor trará muita vivência e ensinamentos para partilhar conosco”, disse dona Creusa. Dom Leonardo agradeceu aos presentes que fez questão de abrir na mesma hora. Depois deu a benção final e abençoou a todos os participantes com a benção da garganta por intercessão de São Brás. Após esse momento, todos foram convidados a participarem da aula inaugural com a professora Márcia Maria, que em outubro passado participou em Roma do Sínodo para a Amazônia e, durante a aula, falou um pouco sobre as “Perspectivas Pós Sínodo para a Igreja da Amazônia”.  



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *