Arquidiocese de Manaus

Área Missionária Santa Clara realiza missa de despedida do Pe. Jailson Félix

Neste domingo, 5 de janeiro, a Área Missionária Santa Clara (AMSC) reuniu-se para ultima Missa presidida pelo pároco Pe. Jailson Felix de Souza (SJC), contando com a presença das comunidades São José, São Francisco, Santa Luzia, Nossa Senhora de Nazaré e Santa Clara que atenderam ao chamado para essa celebração, além da participação dos convidados da Área Missionária São Paulo Apostolo (AMSPA), em que o Pe. Jailson já tinha atuado.

Fou uma noite de muitas homenagens, agradecimentos e gratidão pelo um ano em que Pe. Jailson esteve em nossa AMSC trabalhando com serenidade e disponibilidade em fazer com que todos pudéssemos aprender algo. Os que aplaudem sua partida com gratidão são os que realmente conseguiram enxergar o que é ser comunidades os que não entenderam ainda precisão ser trabalhos e trabalhar para entender.

Nosso agradecimento ao Pe. Jailson pelo sua dedicação a frente de nossa área e peçamos a Deus que derrame muitas bençãos nessa nova missão que ira desenvolver em outro estado em outra comunidade. Diácono Francisco Pina que acompanhou esse um ano ao lado do Pe. fez seu agradecimento e disse que foi muito bom estar ao lado dele desenvolvendo esse trabalho que não é fácil a frente de uma área missionaria mais com ajuda de Deus e de todos os agentes de pastorais conseguiram trabalhar em comunidade.

Na oportunidade Pe. Jailson apresentou os coordenadores da área: Patricia de Araujo coordenadora da área missionária, Berenice Barbosa coordenadora dos ministros, Edilucio Carneiro coordenador da liturgia, e o administrador da área Diácono Francisco Pina. “A missão adverte a Igreja de que não é fim em si mesma, mas instrumento e mediação do Reino. Uma Igreja autorreferencial, que se agrada dos sucessos terrenos não é a Igreja de Cristo, seu corpo crucificado e glorioso. Por isso mesmo, é preferível “uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças” (EG 49).”

Texto e fotos: Edilúcio Carneiro, Pascom AMSC


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *