Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Movimento Terço dos Homens realiza o 10º Encontrão na Igreja da Matriz

Na noite deste sábado (30/11), foi celebrada na Catedral Metropolitana N. Sra. da Conceição (Igreja da Matriz), a missa de ação de graças pelos 10 anos de existência do Movimento Terço dos Homens na Arquidiocese de Manaus. A celebração teve início às 19h30, foi presidida pelo bispo auxiliar, Dom Tadeu Canavarros, concelebrada pelos padres Vandemir Meister, assessor nacional do Terço dos Homens Mãe Rainha; Pe. Fernando Sabino, ex- assessor vindo de Brasília, e Pe. Roberto Bovolenta, orientador espiritual do movimento.

O 10° Encontrão contou com a participação de mais de 500 homens, todos devidamente uniformizados com suas camisas de seus grupos, deixando a igreja lotada, vindos dos quatro cantos da capital e do interior (Manacapuru, Iranduba. Careiro Castanho, Nova Olinda) que compareceram, sozinhos ou com suas famílias, para assistir a solenidade num clima de muita alegria e união. Antes do fim da celebração teve os parabéns ao redor do bolo, seguida da benção de Dom Tadeu e após a benção todos participaram do coquetel na área externa da igreja.

Em sua homília, Dom Tadeu comentou à respeito das Palavras do Santo Evangelho e sobre o tempo do Advento. “Advento significa vinda, portanto é tempo de esperar, esperar pelo Messias que foi anunciado pelos profetas. Esse tempo de espera é tempo de esperança e tempo de mudança, tempo de alegria e expectativa, como tivemos a respeito do nosso novo Arcebispo. Então, que possamos viver com muita intensidade esse tempo, onde somos chamados a fomentar e fazer crescer essa espera no Senhor. Que todos nós possamos fazer desse tempo, uma expressão de conversão e possamos abrir a nossa mente e o nosso coração para essa esperança”, disse.

Dom Tadeu também ressaltou a importância do Movimento Terço dos Homens, que atrai tanto homens para a igreja. “Celebrar esses 10 anos é uma grande alegria para nós. Nesses 10 anos podemos perceber os inúmeros desafios superados e perceber o quanto esse movimento está difundido em toda a Arquidiocese, não só em Manaus, mas também nos interiores. A simplicidade é a maior riqueza do terço dos homens, porque o cérebro masculino é bem objetivo. O terço dos homens é um socorro do céu, porque conta exatamente com dois grandes homens: Jesus e José e hoje pedimos a cada um desses homens, que intensifiquem a vida de oração nos grupos e isso se da exatamente por meio das boas obras. Viva o Terço dos Homens”, finalizou.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *