Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Encontro de Ministros da Palavra com Dom Sergio reúne cerca de 800 participantes

Aproximadamente 800 Ministros e Ministras da Palavra participaram na tarde deste sábado (26/10) do primeiro encontrão para formação e acompanhamento dos Ministros da Palavra realizado na Catedral Metropolitana de Manaus. O evento foi organizado pela Coordenação Pastoral Arquidiocesana em parceria com o Serviço de Animação Litúrgica (SAL) e surgiu de uma ideia do próprio Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sergio Castriani, que fez a convocação em nível paroquial, setorial e por regiões episcopais, visando renovar com os ministros, o compromisso de não deixar nenhuma comunidade católica sem o encontro dominical ao redor da palavra de Deus. Na ocasião também foi feito o lançamento oficial do livro Celebração da Palavra no Dia do Senhor.

O evento estava previsto para iniciar às 14h, mas muito antes a Catedral já estava com seus bancos todos ocupados. No horário previsto, Pe. Geraldo Bendaham deu as boas vindas aos presentes, salientando principalmente a presença dos Ministros do interior, como Manaquiri, Cacau Pirêra e Iranduba. Antes da oração, Pe. Geraldo convidou ao cantor e compositor Antônio Cardoso, autor de várias músicas católicas, que estava em missão pelo Amazonas, a fazer uma breve apresentação, na qual ele cantou a música Pan-Amazônia Ancestral, conhecida nacionalmente como sendo praticamente um hino do Sínodo para a Amazônia e encerrou com a canção Sob a Luz dos Mártires da Fé, cantada durante o Pacto das Catacumbas realizado no último dia 20 na Catacumba de Santa Domitila, na Itália, onde esteve presente.

Na sequência a equipe do SAL conduziu o momento da oração inicial e logo após Pe. Geraldo realizou a apresentação do livro Celebração da Palavra no Dia do Senhor, que contém o roteiro das celebrações para o Tempo Comum; Ciclo do Natal; Ciclo da Páscoa; Festas do Senhor, de Maria e dos Santos; Rito da Aspersão; Rito da Comunhão; Benção da refeição Fraterna e muito mais, tal conteúdo foi apresentado com mais detalhes pela Ir. Cidinha Batista. “Os Ministros da Palavra tem o seu papel na Igreja e sua vocação que pode torná-los cada vez mais discípulos e discípulas missionárias, pregando o evangelho do Reino de Deus. Por meio do testemunho de sua vida, mas também por meio das celebrações presidindo no dia Senhor e esse livro, que todos puderam adquirir hoje aqui, vem mostrar um roteiro para que possam se preparar melhor antes das celebrações”, explicou Pe. Geraldo.

Um dos momentos mais aguardados foi à mensagem de Dom Sergio aos Ministros, que foi proclamada pela Dra. Sônia Bezerra, coordenadora das Pastorais da Catedral. Nela o Arcebispo explicou desde os motivos para que o encontro ocorresse na Catedral; o papel do bispo como pastor junto às suas ovelhas; o que significa a palavra Ministro; importância de cada Ministro não somente junto à Igreja, mas principalmente em sua comunidade, principalmente nos interiores e nas regiões mais distantes das grandes metrópoles e muito mais. Click no link para conferir na íntegra esta mensagem de Dom Sergio que foi reproduzida aqui em nosso site https://arquidiocesedemanaus.org.br/2019/10/27/mensagem-de-dom-sergio-aos-ministros-da-palavra/ 

Após esse momento, Dom Sergio abriu espaço para a assembleia fazer perguntas, e assim os Ministros tiraram suas dúvidas e fizeram seus agradecimentos pela iniciativa do encontro. Dando sequência, a irmã Marinez Cantelli, da Congregação das Pias Discípulas do Divino Mestre e também assessora do SAL, comentou a respeito do projeto de formação dos Ministros por Região Episcopal. “As formações serão no ano que vem com a equipe do Sal e os vigários episcopais de cada região, ficando certo já para no dia 8 de fevereiro de 2020, a formação na Região Episcopal N. Sra. Aparecida e, no dia 15 de fevereiro a formação acontecerá na Região Episcopal N. Sra. dos Navegantes e N. Sra. dos Remédios, o local ainda vamos definir em janeiro”, comentou Ir. Marinez.

A celebração

O encontro na Catedral não contou apenas com a presença dos Ministros da Palavra, também estavam presentes inúmeros candidatos ao diaconato, religiosos e religiosas, além de alguns diáconos e padres que participaram durante a Celebração Eucarística presidida por Dom Sergio que finalizou o encontro. Em sua homilia, proclamada pelo diácono Leonardo Lucas, Dom Sergio falou a respeito da parábola do filho prodigo e do cobrador de impostos e, em cima delas fez uma reflexão e uma analogia com os dias de hoje. A homilia finalizou com uma mensagem aos Ministros da Palavra que dizia o seguinte:

“O exercício de um ministério na Igreja, ao invés de trazer orgulho para o nosso coração, deveria nos tornar conscientes das nossas limitações. Tudo o que somos e fazemos é graça e não somos dignos dela. Paulo no final de sua vida pôde dizer que combateu o bom combate, guardou a fé. O Senhor justo vai recompensá-lo, pois Deus vê aquilo que somos e fazemos, não é preciso lembra-lo.

Como Ministros da Palavra, devemos ter um olhar especial para os pobres, para os pequenos, para os excluídos, temos que leva-los em conta na comunidade. Falar com eles e sobretudo escutá-los como Deus os escuta. Seremos surpreendidos pela sua sabedoria, que vem da dor, da solidão, do desprezo, mas cuja oração subiu ao céu atravessando as nuvens e foi ouvida por Deus”, disse o Arcebispo em sua homilia.

   



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *