Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

DNJ 2019 – Juventude e políticas públicas: uma história nos chama a civilização do amor

A Coordenação Arquidiocesana da Pastoral da Juventude (CAPJ) organizou, na tarde deste domingo (13/10), a 34ª edição do Dia Nacional da Juventude (DNJ), com o tema Juventude e políticas públicas: uma história nos chama a civilização do amor. A concentração começou às 15h na Av. Itaúba, no bairro Jorge Teixeira (Setor Dom Luiz Soares), de onde aproximadamente 200 jovens partiram em caminhada rumo anfiteatro do Jorge Teixeira. Durante a caminhada foram realizadas quatro paradas onde os jovens dos setores tinham que apresentar um tema específico sobre: Juventude e Educação; Juventude e Cultura; Juventude e mercado de trabalho; Juventude e Segurança Pública, sendo que ao chegar no anfiteatro foi realizada uma mística sobre a civilização do amor.

A animação do evento ficou com o Grupo Aiaká, além de uma apresentação de boi bumbá realizada pelos jovens do Setor Padre Ruggero Ruvoletto e também teve a presença do padre Rubson Balieiro, falando sobre a importância do Sínodo para a Amazônia que está ocorrendo em Roma, desde o dia 6 de outubro e se estende até o dia 27, contando com aproximadamente 250 participantes, incluindo bispos, padres, diáconos, religiosos e religiosas, leigos e leigas da Arquidiocese de Manaus. Após esse momento, o evento continuou com muita animação até às 19h.

Para Wendell Sousa, da CAPJ Setor Dom Luiz Soares, o DNJ foi muito mais que um simples festejar, muito mais que uma reunião de jovens. “Esse é um momento para juventude celebrar a alegria de ser jovem, as conquistas que foram alcançadas, para falar do sínodo para Amazônia, mas o DNJ também é muito mais que apenas celebrar, é um momento onde a juventude pode fazer ecoar o grito pela vida da JUVENTUDE, uma juventude que busca seus direitos, que está nas lutas diárias, são jovens que buscam promover a cultura do bem viver e muito mais que isso, jovens que buscam a idealização da civilização do amor”, comentou.

Sobre o DNJ

O Dia Nacional da Juventude é uma atividade permanente da Comissão para Juventude da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) realizada nas dioceses de todo país, dedicado exclusivamente para os jovens. É dia de festa, de manifestação e tomada de decisões. Todos os anos é destacado um tema importante a ser debatido e trabalhado nos grupos de jovens na intenção de promover o protagonismo juvenil e defender a juventude, anunciando os sinais de vida e denunciando os sinais de morte.

Histórico

No ano de 1985, foi decretado pela ONU (Organização das Nações Unidas) o “Ano Internacional da Juventude”. Como gesto concreto, a Pastoral da Juventude do Brasil assumiu a celebração do Dia Nacional da Juventude. Atualmente, no Brasil, celebramos o DNJ no último domingo do mês de outubro. Esse dia é marcado por mobilizações de milhares de jovens, em todo o país, para celebrar, como igreja, a vida da juventude. Em 2019 o DNJ chega em sua 34ª edição e é o dia mais esperado pelos jovens participantes de grupos de jovens da Pastoral da Juventude (PJ).

Colaboração: Eline dos Santos e Ícaro Mozart

Fotos: Arquivo da PJ


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *