Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Encontro de comunicadores é realizado em Manaus para articular a Pascom do Regional Norte 1 e formar rede de divulgação da Amazônia

Visando articular referenciais de comunicação das dioceses e prelazias pertencentes ao Regional Norte 1 da CNBB, aconteceu entre os dias 6 e 8 de setembro, em Manaus, no Centro de Treinamento Maromba, o primeiro Encontro de Comunicadores em parceria com a Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam), que também enviou o seu assessor de comunicação, Paulo Martins para assessorar o encontro. A Arquidiocese de Manaus contou com 12 representantes.

Ao todo, estiveram presentes cerca de 40 comunicadores vindos de Manaus, Tefé, Alto Solimões, Coari, Borba, Itacoatiara e Roraima, que atentos entenderam o conceito e processo de comunicação atual e a necessidade de se realizar uma comunicação popular, comunitária e alternativa, onde há a participação de todos os envolvidos no assunto, em uma era 4.0, que além de participar e construir a mensagem, leva-se em conta a experiência e a história de cada um. Também se pensou um plano de comunicação para o Regional Norte 1 e uma rede de comunicadores auxiliando na disseminação e produção de conteúdos próprios de cada realidade, a partir de uma consciência de que todo está interligado.

O secretário executivo do Regional Norte 1, Francisco Lima, que organizou este encontro junto ao Comitê Repam, afirmou ter sido este um momento importante de encontro, partilha de experiências, convivência e fortalecimento, e que o próximo passo é continuar articulando esta rede de pessoas que ajudam a dar visibilidade aos invisíveis de nossas comunidades, de forma a tecer a história e construir redes em favor da Amazônia.

Esteve presente no encontro o arcebispo da Arquidiocese de Manaus e bispo referencial para a Comunicação do Regional Norte 1, Dom Sergio Castriani, que além do apoio, mostrou-se satisfeito com o incentivo dado pela Repam e com a presença daqueles que têm potencialidade de desenvolver-se no campo da comunicação em sua diocese e prelazia. “Viemos aqui fazer um projeto de Pastoral da Comunicação. Conhecemos as dificuldades e os desafios do nosso regional. As distâncias que não seriam problema se tivéssemos dinheiro, mas não temos. Também a falta de compreensão da parte dos pastores que estão sempre ocupados e não nos acompanham e os problemas familiares e de trabalho. Mas ainda sim queremos fazer Pastoral, queremos comunicar a vida que encontrei na igreja com Jesus e os irmãos”, disse Dom Sergio aos participantes.

A comunicadora e membro da equipe da Pascom da Arquidiocese de Manaus, Francilma Grana, destacou a importância do encontro de representantes de alguns municípios e o conhecimento partilhado para a formação de uma rede de comunicadores.  “Com a troca de experiências, oficinas, reflexões, articulações, conhecimento sobre a Repam, sobre comunicar para transformação social; refletir sobre o ambiente, o nosso quintal , criando sistema vivo e aberto da comunicação comunitária, popular e alternativa. Comunicar para transformar, para evangelizar, denunciar, anunciar, dar voz e vez para quem não tem, espaço de escutar, de processo de construção da leveza da comunicação na Amazônia. Obrigada pelo colóquio e reflexão sobre a Rede. Foram três dias de muitas partilhas, trocas de experiências e oração. Tenho certeza que o conhecimento e a construção destas articulações é começo de muita coisa boa que vem por aí antes, durante e após o Sínodo para a Amazônia, o novo de Deus que sopra sobre nós”, afirmou Francilma Grana.

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *