Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Comunidade Aliança de Misericórdia, 10 anos na missão com pessoas em situação de Rua em Manaus

Um lugar de esperança na periferia da Cidade. A Casa Restaura-me localizada na Avenida 7 de Setembro, centro da Cidade de Manaus é um local de acolhimento para pessoas em situação de rua. 

O Carisma da Comunidade é ser expressão do amor misericordioso de Jesus para a humanidade, o público alvo é todo aquele que precisa experimentar da misericórdia de Deus.  
 
A missão é dividida em duas dimensões que são os projetos sociais e a parte espiritual que são os retiros, encontros e momentos de oração.  

Segundo a Paula Dias que é missionária da Comunidade Aliança de Misericórdia há 9 anos, e aqui em Manaus realiza o seu primeiro ano de missão, além da casa existem outros meios e espaços onde são feitas as evangelizações, “Nossa evangelização em Manaus se dá com os casais, com os jovens e com crianças, também desenvolvemos um trabalho na unidade de menores infratores, com a Pastoral de Rua aos finais de semana e na dimensão social temos o projeto Casa Restaura-me que oferece atendimento para pessoas em situação de rua”, disse ela. 

O prédio onde funciona a Casa Restaura-me é cedido pela Arquidiocese de Manaus, antes oferecia atendimento de segunda a sexta feira para um público em média de 100 pessoas. Há algum tempo tiveram que reduzir os dias para a terça-feira devido a crise econômica e a falta de recursos e doações para manter o projeto nestes dias. Todo o projeto Casa Restaura-me funciona pela Providência Divina que são as doações. 

Na casa os moradores de rua e também aqueles que não tem como se alimentar ali pelas redondezas são acolhidos á partir das quatro horas da tarde quando abrem os portões, lá é feito uma triagem e os seus objetos pessoais ficam em uma sala guardados e são entregues na saída do local. Lá essas pessoas tem um espaço para jogos, assistir televisão e tomar banho, onde recebem toalha, sabonete e quando se tem doações recebem um kit de higiene pessoal. 

As pessoas que procuram a casa também podem comprar suas roupas, mas de um jeito diferente, “ Nós fazemos aqui a moeda social, a cada cinco latinhas que nos trazem eles tem direito a escolher duas peças de roupa. Fazemos isso para que valorizem o nosso trabalho, com o recurso das latinhas vendidas, ainda que seja pequeno, conseguimos colaborar com os custos da casa”, afirmou Paula.  

Um momento de oração também é feito com eles, após fazerem as primeiras atividades que estão disponíveis na casa, eles são chamados para um momento de meditação, de escuta da palavra de Deus, após esse momento eles são convidados para jantar no refeitório, junto aos missionários da Casa Restaura-me. 

Além desses atendimentos, as pessoas em situação de rua ou aqueles que passam por necessidades e procuram a casa também são acompanhados por uma assistente social, onde são encaminhados para postos de saúde, retirada de documentos e para casas de acolhidas na região. Na comunidade existem padres, missionários de vida celibatários e leigos.  
 
São nove missionários de vida, entre eles seis mulheres e três homens e na comunidade de aliança que é um outro tipo de missão são 22 discípulos. Todo o trabalho é voluntário e de uma entrega total, o que vestem, o que comem, passagem de ônibus, tudo é por meio de doações.

Thiago Lafaiet que coordena o projeto Casa Restaura-me em Manaus há três anos afirma que o principal objetivo é ser ponte de esperança para essas pessoas. “Aqui nós fazemos uma transformação social, a Casa Restaura-me está nos estados de São Paulo onde atendem cerca de 500 pessoas dia e em Belo Horizonte e no Amazonas onde atendem cerca de 100 pessoas.  
 
Para doar: 
 
Banco Bradesco 

Agência 1376 

Conta corrente 0150-3 

CNPJ: 04.186 468 002117

Associação Aliança de Misericórdia


 Ouça a matéria na íntegra:

Rádio Rio Mar – Rafaella Moura


Fotos: Assessoria de Comunicação e Comunidade Aliança de Misericórdia

 



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *