Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Procissão, missa e benção do altar marcam os festejos de Santa Helena

A Área Missionária Santa Helena (AMSH), Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida – Setor Padre Ruggero Ruvoletto, realizou neste domingo (18/8), a procissão e missa em honra a padroeira, tendo a celebração presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus, Dom José Albuquerque e concelebrada pelo pároco, Pe. Humberto Vasconcelos.  Durante celebração eucarística, Dom José realizou a dedicação do novo altar e também o rito da primeira comunhão de seis jovens que se preparam passa receber o sacramento da confirmação no próximo fim de semana. Ao fim da celebração, todos participaram de um jantar compartilhado no centro paroquial.

A procissão saiu por volta das 18h da comunidade Divino Espírito Santo, onde a concentração iniciou desde às 17h30. Antes da caminhada, Pe. Humberto deu as boas vindas a todos, falou da importância da data e também lembrou o dia do religioso/a, chamando todas as irmãs e noviças que atuam na AMSH para receberem as orações e os parabéns da assembleia. Logo após todos saíram da igreja e se organizaram para o trajeto rumo a igreja de Santa Helena, durante a procissão, entre os cantos e orações, foram realizadas quatro paradas temáticas onde foi abordado brevemente a questão do sínodo da Amazônia, a família e a história de Santa Helena.

Ao chegarem na igreja de Santa Helena, Dom José e Pe. Silas Silva (Scj), fizeram a recepção dos fiéis que estavam em procissão e foram se acomodando ao lado dos demais comunitários que já se encontravam no local. Com a igreja completamente lotada a santa missa iniciou com a procissão de entrada dos estandartes de todas as 11 comunidades que pertencem à AMSH. Após a proclamação do evangelho, realizada pelo Pe. Silas, Dom José realizou a homilia com base em cinco pontos que resumem todos os motivos da celebração: A Festa de Santa Helena; A celebração da vida consagrada, salientando as comunidades religiosas; A primeira eucaristia de seis jovens; A festa da Assunção de Maria e a  dedicação do novo altar da igreja de Santa Helena.

Após esse momentos Dom José chamou os seis jovens da primeira eucarístia e realizou uma breve oração dando-lhes a benção. Na sequência o bispo auxiliar iniciou o rito de dedicação do altar. “O altar é Cristo, Ele é a rocha firme na qual a igreja é construida. É o altar que nos faz lembrar a mesa que todos nós somos convidados a cumprir a ordem de Jesus, de partilhar o corpo e sangue do Senhor, por meio do pão consagrado e do vinho partilhado. Dessa maneira o Senhor se faz presente no meio de nós porque ele sabe que precisamos Dele e no altar consagrado é onde Ele se faz presente”, comentou Dom José.

Depois da dedicação do altar, que foi coberto por uma toalha branca e adornado com flores e vela, o rito da celebração continuou normalmente até o momentos da comunhão, onde os seis jovens tiveram destaque ao comungaram no altar junto com Dom José. Antes de finalizar a celebração, Dom José chamou todos os religiosos e religiosas presentes e pediu para se apresentarem e contar quantos anos de caminhada missionária cada um tinha e encerrou o momento com uma calorosa salva de palmas. “Essas são pessoas que não medem esforços para construir igrejas e ajudar ao novo cristão a resgatar os valores do evangelho e vocês são abençoados por terem tantos atuando na AMSH”, disse Dom José.

 

A

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *