Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Dia Nacional de Luta do morador de rua é marcado pela conscientização dos direito da pessoa em situação de rua

A Comunidade Nova e Eterna Aliança promoveu na manhã do dia 16 de agosto, na Praça 15 de Novembro, ou Praça da Matriz, uma intensa programação pelo Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua. Cerca de 200 pessoas participaram deste evento que disponibilizou alimentação, atendimento médico e social, rodas de conversas para ouvir suas necessidades e orientá-los sobre os direitos que possuem. O evento contou com a parceria da  Comunidade Aliança de Misericórdia, Catedral Metropolitana, Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (SEJUSC), Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa)

A abertura do evento contou com a presença de Padre Orlando Barbosa, atual responsável pela Catedral Metropolitana, que diariamente está em contato com pessoas em situação de rua.  Ele fez um momento de reflexão e enfatizou o objetivo de estarem reunidos no Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua, fazendo memória ao de pessoas de rua que se foram, mas também se comemora os avanços alcançados desde então, e a contínua luta pela garantia de direitos.

“Esta é uma população que sente a Igreja Matriz como casa mãe que acolhe a cada um. A luta maior é fazer memória por todos que moram nas ruas e são assassinados em Manaus, e quase todos os dias recebemos a péssima notícia de assassinados. Este evento também foi a possibilidade de unir forças com organizações civis, com o município e o Estado para fazer um levantamento real dessa população para buscar recursos a fim de que as secretarias possam desenvolver políticas públicas para essa população. Hoje temos o número de 450 pessoas, conforme dados do Governo Federal, mas sabemos que em Manaus, só no centro da cidade, temos mais de duas mil pessoas. Outro ponto é a ausência de locais para acolhimento no centro da cidade para essas pessoas. Precisamos levar a sério isso. A igreja está comprometida com os pobres, e dando resposta através das ações através da Catedral, da Pastoral do Povo de Rua, das Comunidades Católicas”, explicou padre Orlando.

Dentre os serviços oferecidos estiveram: Ônibus Psicossocial, Cadastro Único, Cortes de Cabelo, distribuição de kits de higiene bucal, Banho Solidário com distribuição de vestimentas e kit de higiene pessoal. Também houve atividades como o Painel Manaus Invisível, Roda de Conversa “Fala Cidadão”, Palestra Sobre Prevenção em Saúde Bucal, Roda de Conversa Sobre Álcool e Drogas e Apresentação Cultural do Coral “Vozes da Rua” e Apresentação de Rap.

Segundo Edmara Castro, Secretária Executiva Adjunta de Direitos da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), esse evento feito em conjunto pelo comitê setorial de Política para as Pessoas em Situação de Rua, levou não apenas serviços assistencialistas, mas teve o objetivo de levar política e a consciência dos direitos dos moradores de rua.  “Trouxemos os serviços de corte de cabelo; café da manhã; ônibus da mulher, da Semasc, com o CadÚnico e atendimento psicossocial; e mais alguns outros serviços. O objetivo não foi só trazer assistencialismo, mas trazer a política pra dentro da ação. Também houve rodas de conversas com quatro temáticas visando ouvir a população que está em situação de rua, com espaço para fazerem as reivindicações.  Este ano, estamos tentando estruturar melhor esse comitê e tentar construir uma forma de fazer a contagem dessas pessoas em situação de rua, visando facilitar o acesso dessas pessoas à seus direitos, sendo que a sua maior necessidade, hoje, é o abrigamento. Hoje há cerca de 2mil pessoas em situação de rua em Manaus, sendo um número muito grande diante da atual quantidade de vagas para abrigamento”, destacou Edmara.

Parcerias deste evento:

Em breve mais detalhes sobre o evento.

Confira algumas fotos!



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *