Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Região Episcopal Nossa Senhora dos Remédios promove encontrão com coroinhas

Na manhã deste sábado (27/7), foi realizado no Colégio Dom Bosco, o encontro arquidiocesano com cerca de 350 coroinhas pertencentes à Região Episcopal Nossa Senhora dos Remédios, composta por cinco setores da Arquidiocese de Manaus. O encontro, que teve como tema, A “Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos” (Sl 24, 4a), e teve início às 7h com a acolhida, seguido do café da manhã e animação. Na sequência houve o momento da partilha, com o testemunho de leigos e religiosos, e finalizou com a santa missa presidida por Monsenhor Sabino Andrade, vigário episcopal da região.

Este encontro aconteceu simultaneamente nas três regiões episcopais da Arquidiocese de Manaus, tendo a presença dos seus vigários episcopais e reuniu aproximadamente de 2 mil coroinhas. E essa região envolve os setores Alvorada, Avenida Brasil, Centro Histórico, Parque Dez e Rio Negro e todos estavam significativamente representados no encontro. A temática, a exemplo dos encontros das outras duas regiões episcopais, foi em torno de vocação e o chamado vocacional para cada um. Para isso, contou com testemunhos de exemplos cristãos e católicos que deram seus testemunhos sobre o seu chamado pessoal, entre eles um padre, um casal, uma leiga e uma irmã.

Para finalizar esse momento, foi a vez de Pe. Leonardo Santos, assistente eclesiástico da pastoral, que chamou os coroinhas para perto de si e, de forma bem descontraída, contou um pouco da sua caminhada. “Nesses encontros temos que falar a língua dos jovens se quisermos atrair a atenção deles, é falar de um assunto sério, de maneira leve e agradável”, comentou o padre.

Depois desse momento teve um breve lanche e logo em seguida todos saíram da quadra coberta e se dirigiram devidamente paramentados, para a igreja do colégio, onde por volta das 11h Monsenhor Sabino deu inicio à celebração, concelebrada pelo padre Eudo Castro, assessor da Pastoral dos Coroinhas do Setor Alvorada e padre Slawomir Drapiewski, pároco da Paróquia Dom Bosco e diretor do Colégio Dom Bosco.

Na homilia de monsenhor Sabino ele lembrou o que tinha sido tratado nos testemunhos e na conclusão conduzida pelo padre Leonardo, sobre o chamado que cada um recebe e a necessidade de viver retamente, independente da túnica ou da função que exerce, pois o importante é servir. “A mensagem que deixo é que possamos viver na diversidade e acolhamos as diferenças sutis entre vestes e paramentos, mas vivamos retamente, pois com o coração cheio de alegria de Cristo conseguirão ouvir vosso chamado vocacional”, finalizou.

Texto e fotos colaboração: Rafael Brito

    



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *