Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

CMM homenageia Fazenda da Esperança pelos 18 anos de serviços prestados à sociedade

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) realizou na última sexta-feira (19), Sessão Solene em homenagem ao aniversário de 18 anos da Fazenda da Esperança. A cerimônia foi uma propositura do vereador Elias Emanuel e contou com a participação de diversos órgãos, voluntários e internos da casa terapêutica, além do bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus, Dom Tadeu Canavarros.

A instituição foi criada em 2001, como gesto concreto da Campanha da Fraternidade que tinha como lema “Vidas sim, drogas não”, Dom Mário Pasqualloto, que era bispo auxiliar de Manaus, deu o primeiro passo em direção ao sonho de transformar a vida de vários jovens. De acordo com Dom Mário,  nos últimos anos houve um aumento no número de dependentes químicos na capital. Um dos pontos trabalhados pela fazenda é a espiritualidade e o convívio social. 

“O grande problema da droga é que ela só cresce e nós tentamos fazer um trabalho voltado a espiritualidade, terapêutico, um trabalho especial com essas mulheres que normalmente já vem machucadas pela vida e tem muita dificuldade para se reerguerem”, afirma o religioso.

Autor da propositura que homenageia a casa terapêutica e voluntário desde 2011, Elias destaca a Fazenda como uma patrimônio do estado. “A Fazenda da Esperança é um patrimônio da nossa cidade e do nosso estado. Minha história começou ainda em 2011 com o padre Anderson, e eu pude conhecer a profundidade dessa obra que não faz distinção de pessoas e acolhe a todos. Mas o mais bonito, é só o fato de ela utilizar a fé em Deus para reconstruir famílias que vivem o drama da dependência química, me dá a convicção de que ela é um pedaço carinhoso do reino de Deus entre nós”, afirmou o parlamentar.

Há seis anos atuando como coordenador das fazendas na região Norte, o padre Vinícius Gouveia celebra essa nossa fase e agradece o reconhecimento dado a obra que leva esperança por todo o mundo.

“É muito bonito perceber que a partir da nossa fazenda de Manaus, nasceram outras 14 fazendas na região Norte, todas com jovens que um dia passaram pela recuperação conosco em Manaus e hoje assumem grandes responsabilidades.

Vinícius relembrou o início das atividades em Manaus com apenas 12 internos e comparou aos números atuais que ultrapassa a marca de 150 jovens internados. Além da fazenda de Manaus, outras cinco fazendas estão sendo preparadas no interior do estado.

“Estamos preparando a abertura de cinco novas fazendas no interior. Em setembro na cidade de Itacoatiara, ainda esse ano em Tefé. Temos um pedido em Maués que queremos inaugurar ainda esse ano e em outros municípios que ficarão para o ano que vem. É bonito de perceber que essa vida nasceu na simplicidade em Manaus”, disse Gouveia.

Opinião de voluntários e ex-internos

Voluntária fundadora, Alice Seffair relembra os desafios de iniciar esse projeto audacioso na capital amazonense. “Eu fazia muito evento nas paróquias de Manaus e por isso Dom Mário me chamou para começar o trabalho. Eu me apaixonei de cara e saí pelas igrejas falando que ia ter uma fazenda. As pessoas no início não entendiam muito e perguntavam se era de gado. Eu me divertia dizendo que tinha muito era drogado. “

Alice lembra ainda que sem estrutura, ela começou a vender camisas na frente das igrejas para arrecadar fundos para a obra. “Eu mandei fazer umas camisas para divulgar e essas camisas começaram a vender. Eu cheguei a pedir uma banca na porta da igreja de Aparecida para vender depois da novena, isso lá em 2001 e até hoje ainda tem. Quando se conhece a fazenda, você cria amor porque lá é um santuário de Deus”, concluiu.

Quem também participou da solenidade foi o primeiro interno Rafael Santos, que hoje, aos 39 anos se vê livre das drogas e vive uma nova realidade. “Essa homenagem é um marco nesses 18 anos de muita luta e muito trabalho. São 18 anos de volta a sociedade, convivendo em família”.

Atualmente a Fazenda da Esperança atua em mais de 30 países e todas contam com o apoio e a experiência de brasileiros no comando das casas.

Fotos: Ane Lima

Texto colaboração: Jamyly Macedo – Assessoria de Comunicação Ver. Elias Emanuel 

Texto Adaptação: Érico Pena – Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *